Internação por queda em idosos residentes em Florianópolis, em Santa Catarina e no Brasil: tendência temporal 2006-2014

Hospitalizations due to accidental falls in elderly living in Florianópolis, Santa Catarina, and Brazil: time trends 2006-2014

Susana Cararo Confortin Selma Regina de Andrade Danielle Ledur Antes Larissa Pruner Marques Ione Jayce Ceola Schneider Sobre os autores

Resumo

Introdução

A queda pode causar graves problemas para os indivíduos, incluindo redução das atividades de vida diária e aumento do medo de andar e de sofrer outra queda, o que pode levar à hospitalização.

Objetivo

Analisar a tendência temporal de internações por quedas em idosos em Florianópolis, em Santa Catarina e no Brasil, no período de 2006 a 2014.

Método

Estudo de série temporal, com registros de internações por queda, oriundos do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde, em idosos residentes em Florianópolis, em Santa Catarina e no Brasil. Foi utilizado o programa Joinpoint para análise das tendências.

Resultados

Foram registradas 703.791 internações por quedas no Brasil, das quais 5% ocorreram em Santa Catarina e 0,3%, em Florianópolis. Houve tendência crescente no Brasil, de 2008 a 2014, e em Santa Catarina, de 2006 a 2014. Em Florianópolis, ocorreu aumento nas taxas, porém não significativo. Quando analisados os grupos etários, os idosos de 60 a 69 anos foram os que apresentaram as maiores taxas de internação.

Conclusão

Foi constatada tendência crescente de internação por quedas em idosos em Santa Catarina (2006-2014) e no Brasil (2008-2014). Idosos de 60 a 69 anos apresentaram as maiores taxas nos três territórios.

Palavras-chave:
idoso; acidentes por quedas; hospitalização; estudos de séries temporais

Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro Avenida Horácio Macedo, S/N, CEP: 21941-598, Tel.: (55 21) 3938 9494 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@iesc.ufrj.br