Populações de minhocas em sistemas agroflorestais com café convencional e orgânico

Earthworms populations in agroforestry systems with conventional and organic coffee

Objetivou-se, neste estudo, determinar se as populações das minhocas são alteradas em função do manejo do café (Coffea arabica) em Turrialba, CostaRica. Os seguintes sistemas de cultivo do café foram estudados: a pleno sol (PS) e sombreado com eritrina, Erythrina poeppigiana (E); terminalia, Terminalia amazonia (T) e cashá, Chloroleucon eurycyclum (Ab). A hipótese foi de que o manejo orgânico do café e o fornecimento da serapilheira de melhor qualidade favoreceria a diversidade, a densidade e a biomassa das minhocas. As populações das minhocas foram alteradas, em função do manejo com insumos sintéticos ou orgânicos , sendo a densidade menor no café a pleno sol. Entre as espécies utilizadas no sombreamento, a eritrina parece limitar a abundância das minhocas. Contudo, favorece a diversidade das mesmas, tendo sido registradas duas espécies de minhocas com papéis ecológicos diferenciados, Pontoscolex corethrurus, endogeica e Metaphire californica, anécica; ao contrário dos demais tratamentos, onde somente foi encontrada a primeira espécie, considerada cosmopolita com distribuição pantropical.

Coffea arabica; microclimate; biodiversity; soil fauna; shading


Editora da Universidade Federal de Lavras Editora UFLA, Caixa Postal 3037, 37200-000 Lavras, MG-Brasil - Lavras - MG - Brazil
E-mail: editora@ufla.br