Crescimento de Bradyrhizobium elkanii estirpe Br 29 em meios de cultivo com diferentes valores de pH inicial

Growth of Bradyrhizobium elkanii strain Br 29 in culture media with different pH values

Resumos

A soja, atualmente, é a leguminosa de maior expressão econômica no Brasil. Em razão da demanda crescente no mercado internacional, a cultura encontra-se em larga expansão em todo território brasileiro. Em alguns ensaios realizados em solos ácidos brasileiros, sob sistema de plantio direto, essa cultura tem mostrado baixa resposta à aplicação de calcário. Porém, a acidez é um dos fatores que limitam a eficiência da simbiose rizóbio-leguminosas. Para contornar esses problemas, poderiam ser utilizadas estirpes tolerantes à acidez do solo ou induzir tolerância nas estirpes já utilizadas. Em alguns trabalhos, tem-se demonstrado indução de tolerância à acidez quando a bactéria é previamente exposta a pH ácido. Assim, objetivou-se com este trabalho verificar o crescimento de Bradyrhizobium elkanii estirpe Br 29 em meios de cultura sob diferentes condições de pH inicial. Foram realizados dois experimentos com dois meios de cultivo diferentes, em que se variou o pH inicial (6,8; 6,0; 5,5). Foram avaliados: o crescimento da estirpe, pela contagem do número de unidades formadoras de colônia (UFC) e por densidade ótica, assim como as mudanças do pH nos meios. As curvas de crescimento obtidas variaram de acordo com o pH inicial e com a composição do meio de cultura. Com base no número máximo de UFC.mL-1, para o meio Lorda & Balatti modificado, o melhor pH foi 6,0 e, no meio Lopreto, o melhor pH foi 5,5. O melhor crescimento em pH mais baixo (5,5) está associado à maior produção de exopolissacarídeo.

rhizobia; acidity; generation time; colony forming units; optical density


Currently soybean is the most economically important legume crop in Brazil. Due to its profitability soybean is being widely spread out all over the national territory. Some assays have shown low response of this crop to liming in acid Brazilian soil, under no-till age systems. Acidity is one of the factors that limit the efficiency of the symbiosis rhizobia - legumes. This problem could be solved if acid tolerant strains were obtained or if tolerance to acidity could be induced. Some papers demonstrated induced tolerance to acidity when the bacterium is previously exposed to a slightly acid pH. The aim of this study was to verify the growth of Bradyrhizobium elkanii strain Br 29 in culture media with different pH values (6.8; 6.0; 5.5). Two experiments were carried out with two different culture media varying mainly regarding initial pH. Strain growth, by optical density and colony forming units (CFU) number, and pH medium modification were evaluated. Growth curves varied either in accordance with pH or culture media composition. Growth based on maximum number of CFU.mL-1 was better at pH 5.5 in Lopreto medium and at pH 6.0 at Lorda and Balatti medium. Better growth on lowest pH (5.5) was related to greater exopolyssacaride production.

rhizobia; acidity; generation time; colony forming units; optical density


a21

Crescimento de Bradyrhizobium elkanii estirpe Br 29 em meios de cultivo com diferentes valores de pH inicial1 1 Parte da dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras/UFLA, Caixa Postal 37 – 37200-000 – Lavras, MG, pelo primeiro autor, como um dos requisitos do Curso de Mestrado em Agronomia, área de concentração Solos e Nutrição de Plantas. Apoio financeiro CNPq.

Growth of Bradyrhizobium elkanii strain Br 29 in culture media with different pH values

Alexandre BarberiI; Fátima M. S. MoreiraII; Ligiane Aparecida FlorentinoIII; Maria Isabel D. RodriguesIV

IEngenheiro Agrônomo, M.Sc., Doutorando, Departamento de Ciência do Solos/UFLA, Bolsista da CAPES, E-mail: barberi@ufla.br

IIEngenheiro Agrônomo, Ph.D., Professora Adjunta, Departamento de Ciência do Solo/UFLA, Bolsista do CNPq, E-mail: fmoreira@ufla.br

IIIAluna de graduação em Engenharia Agronômica/UFLA, bolsista de iniciação científica do CNPq

IVAluna de graduação em Engenharia Florestal/UFLA, bolsista de iniciação científica do CNPq

RESUMO

A soja, atualmente, é a leguminosa de maior expressão econômica no Brasil. Em razão da demanda crescente no mercado internacional, a cultura encontra-se em larga expansão em todo território brasileiro. Em alguns ensaios realizados em solos ácidos brasileiros, sob sistema de plantio direto, essa cultura tem mostrado baixa resposta à aplicação de calcário. Porém, a acidez é um dos fatores que limitam a eficiência da simbiose rizóbio-leguminosas. Para contornar esses problemas, poderiam ser utilizadas estirpes tolerantes à acidez do solo ou induzir tolerância nas estirpes já utilizadas. Em alguns trabalhos, tem-se demonstrado indução de tolerância à acidez quando a bactéria é previamente exposta a pH ácido. Assim, objetivou-se com este trabalho verificar o crescimento de Bradyrhizobium elkanii estirpe Br 29 em meios de cultura sob diferentes condições de pH inicial. Foram realizados dois experimentos com dois meios de cultivo diferentes, em que se variou o pH inicial (6,8; 6,0; 5,5). Foram avaliados: o crescimento da estirpe, pela contagem do número de unidades formadoras de colônia (UFC) e por densidade ótica, assim como as mudanças do pH nos meios. As curvas de crescimento obtidas variaram de acordo com o pH inicial e com a composição do meio de cultura. Com base no número máximo de UFC.mL-1, para o meio Lorda & Balatti modificado, o melhor pH foi 6,0 e, no meio Lopreto, o melhor pH foi 5,5. O melhor crescimento em pH mais baixo (5,5) está associado à maior produção de exopolissacarídeo.

Termos para indexação: rizóbio, acidez, tempo de geração, unidades formadoras de colônia, densidade ótica.

ABSTRACT

Currently soybean is the most economically important legume crop in Brazil. Due to its profitability soybean is being widely spread out all over the national territory. Some assays have shown low response of this crop to liming in acid Brazilian soil, under no-till age systems. Acidity is one of the factors that limit the efficiency of the symbiosis rhizobia – legumes. This problem could be solved if acid tolerant strains were obtained or if tolerance to acidity could be induced. Some papers demonstrated induced tolerance to acidity when the bacterium is previously exposed to a slightly acid pH. The aim of this study was to verify the growth of Bradyrhizobium elkanii strain Br 29 in culture media with different pH values (6.8; 6.0; 5.5). Two experiments were carried out with two different culture media varying mainly regarding initial pH. Strain growth, by optical density and colony forming units (CFU) number, and pH medium modification were evaluated. Growth curves varied either in accordance with pH or culture media composition. Growth based on maximum number of CFU.mL-1 was better at pH 5.5 in Lopreto medium and at pH 6.0 at Lorda and Balatti medium. Better growth on lowest pH (5.5) was related to greater exopolyssacaride production.

Index terms: rhizobia, acidity, generation time, colony forming units, optical density.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

(Recebido para publicação em 9 de junho de 2003 e aprovado em 26 de agosto de 2003)

  • BROMFIELD, E. S. P.; JONES, D. G. Studies on acid tolerance of Rhizobium trifolii in culture and soil. Journal Applied Bacteriology, Washington, v. 48, n. 3, p. 243-264, Mar. 1980.
  • CAIRES, E. F.; CHUEIRI, W. A.; MADRUGA, E. F.; FIGUEIREDO, A. Alteraçőes de características químicas do solo e resposta da soja ao calcário e gesso aplicados na superfície em sistema de cultivo sem preparo do solo. Revista Brasileira de Cięncia do Solo, Viçosa, v. 22, n. 1, p. 27-34, jan./mar. 1998.
  • CAIRES, E. F.; FONSECA, A. F.; MENDES, J.; CHUEIRI, W. A.; MADRUGA, E. F. Produçăo de milho, trigo e soja em funçăo das alteraçőes das características químicas do solo pela aplicaçăo de calcário e gesso na superfície, em sistema de plantio direto. Revista Brasileira de Cięncia do Solo, Viçosa, v. 23, n. 2, p. 315-327, abr./jun. 1999.
  • CONAB, 2003. Disponível em: <http://www.conab.gov. br>. Acesso em: 10 dez. 2003.
    » link
  • CUNNINGHAM, S. D.; MUNNS, D. N. Effects of rhizobial extracellular polysaccharide  on  pH and aluminum activity. Soil Science Society American Journal, Madison, v. 48, n. 6, p. 1276-1280, Nov./Dec. 1984.
  • DILWORTH, M. J.; RYNNE, F. G.; CASTELLI; VIVAS-MARFISI, A. I.; GLENN, A. R. Survival and exopolysaccharide production in Sinorhizobium meliloti WSM419  are  affected  by  calcium  and  low  pH. Microbiology, Reading, v. 145, n. 7, p. 1585-1593, July 1999.
  • FERREIRA, D. F. Análises estatísticas por meio do SISVAR para Windows: versăo 4.0. In: REUNIĂO ANUAL DA REGIĂO BRASILEIRO DA SOCIEDADE INTERNACIONAL DE BIOMETRIA, 45., 2000, Săo Carlos. Anais... Săo Carlos: UFSCAR, 2000.
  • FOSTER, J. W.; HALL, H. K. Adaptive acidification tolerance response of Salmonella typhimurium Journal of Bacteriology, Washington, v. 172, n. 2, p. 771-778, Feb. 1990.
  • FOSTER, J. W.; HALL, H. K. Inducible pH homeostasis and the acid tolerance response of S. typhimurium Journal of Bacteriology, Washington, v. 173, n. 16, p. 5129-5135, Aug. 1991.
  • FRED, E. B.; WAKSMAN, S. A. Laboratory manual of general microbiology. New York: McGraw-Hill Book, 1928. 143 p.
  • GEMELL, L. G.; ROUGHLEY, R. J. Field evaluation in acid soils of strains of Rhizobium leguminosarum bv trifolii selected for their tolerance or sensitivity to acid soil factors in agar  medium.  Soil  Biology  and Biochemistry, Oxford, v. 25, n. 10, p. 1447-1452, Oct. 1993.
  • GOODSON, M.; ROWBURY, R. J. Habituation to normally lethal acidity by prior growth Escherichia coli  at  a  sub  lethal  acid  pH  value.  Letters in Applied Microbiology, Oxford, v. 8, n. 1, p. 77-79, 1989a.
  • GOODSON, M.; ROWBURY, R. J. Resistance of acid-habituation Escherichia coli to organic acids and its medical and applied significance. Letters in Applied Microbiology, Oxford, v. 8, n. 6, p. 211-214, 1989b.
  • HOWIESON, J. G.; ROBSON, A. D.; ABBOTT, L. K. Acid  tolerant  species of Medicago produce root exudates at low pH which induce the expression of nodulation genes in Rhizobium meliloti Australian Journal Plant Physiology, Murdoch, v. 19, n. 3, p. 287-296, 1992.
  • KEYSER, H. H.; MUNNS, D. N. Tolerence of Rhizobia to acidity, aluminum and phosphate. Soil Science Society American Journal, Madison, v. 43, n. 3, p. 519-523, May/June 1979.
  • LORDA, G. S.; BALATTI, A. P. Designing média I. In:  BALLATI, A. P.;  FREIRE, J. R. J.  Legume inoculants: selection and characterization of strains: production, use and management. New York: [s.n.], 1996.
  • MIGUEL, D. L.; MOREIRA, F. M. S. Influencia do pH do meio de cultivo e da turfa no comportamento de estirpes de Bradyrhizobium Revista Brasileira de Cięncia do Solo, Viçosa, v. 25, n. 4, p. 873-883, out./dez. 2001.
  • MILES, A. A.; MISRA, S. S. The estimations of the bactericidal power of the blood. Journal of Hygiene, Cambridge, v. 38, n. 6, p. 732-749, 1938.
  • MOREIRA, F. M. S. Caracterizaçăo de estirpes de rizóbio isoladas de espécies florestais pertencentes a diversos grupos de divergęncia de leguminosas introduzidas ou nativas da Amazônia e Mata Atlântica. 1991. 160 f. Tese (Doutorado em Solos) Universidade Federal do Rio de Janeiro, Itajaí, 1991.
  • MOREIRA, S. G. Calagem em sistema de semeadura direta e efeitos sobre a acidez do solo, disponibilidade de nutrientes e produçăo de soja. Piracicaba: ESALQ/USP, 1999. 87 p.
  • O'HARA, G. W.; GLENN, A. R. The adaptive acid tolerance  response  in  root  nodule  bacteria  and Escherichia coli Archives of Microbiology, New York, v. 161, n. 4, p. 286-292, Apr. 1989.
  • O'HARA, G. W.; GOSS, T. J.; DILWORTH, M. J.; GLENN, A. R. Maintenance of intracellular pH and acid tolerance in Rhizobium meliloti Applied and Environment Microbiology, Washington, v. 55, n. 8, p. 1870-1876, Aug. 1989.
  • PERES, J. R. R.; VIDOR, C. Relaçăo entre concentraçăo de células no inoculante e competiçăo por sítios de infecçăo nodular entre estirpes de Rhizobium japonicum em soja. Revis ta Brasileira de Cięncia de Solo, Campinas, v. 4, n. 2, p. 139-143, maio/ago. 1980.
  • PÖTTKER, D.; BEN, J. R. Calagem para uma rotaçăo de culturas no sistema plantio direto. Revista Brasileira de Cięncia do Solo, Viçosa, v. 22, n. 4, p. 675-684, out./dez. 1998.
  • RIBEIRO JÚNIOR, W. Q.; FRANCO, A. A.; LOPES, E. S. Eficięncia de estirpes de Bradyrhizobium spp., para quatro leguminosas arbóreas e competividade das estirpes em Albizia Lebbek em latossolo acído. Revista Brasileira de Cięncia de Solo, Campinas, v. 11, n. 2, p. 275-282, maio/ago. 1987.
  • URENHA, L. C.; PRADELLA, J. G. C.; OLIVEIRA, M. S.; BONOMI, A. Produçăo de biomassa celular de rizóbio. In: HUNGRIA, M.; ARAUJO, R. S. Manual de métodos empregados em estudos de microbiologia agrícola. Brasília: EMBRAPA-SPI, 1994. 542 p.
  • URQUIAGA, S.; BODDEY, R. M.; NEVES, M. C. P. A necessidade de uma revoluçăo mais verde: FERTBIO 1999, Lavras MG. Lavras: UFLA, 1999.
  • VINCENT, J. M. A manual for the pratical study of the root nodule bacteria. Lodon: JBP, 1970. 164 p.

  • 1
    Parte da dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras/UFLA, Caixa Postal 37 – 37200-000 – Lavras, MG, pelo primeiro autor, como um dos requisitos do Curso de Mestrado em Agronomia, área de concentração Solos e Nutrição de Plantas. Apoio financeiro CNPq.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    22 Out 2010
  • Data do Fascículo
    Abr 2004

Histórico

  • Recebido
    09 Jun 2003
  • Aceito
    26 Ago 2003
Editora da Universidade Federal de Lavras Editora UFLA, Caixa Postal 3037, 37200-000 Lavras, MG-Brasil - Lavras - MG - Brazil
E-mail: editora@ufla.br