Adaptabilidade e estabilidade de linhagens de soja avaliadas para resistência à ferrugem

O objetivo deste trabalho foi verificar a adaptabilidade e estabilidade fenotípica de linhagens de soja de ciclo de maturação semiprecoce, utilizando a severidade da ferrugem asiática como parâmetro de seleção para resistência parcial. As linhagens foram avaliadas nas safras 2007/08 e 2008/09, nos municípios de Uberlândia, MG, Uberaba, MG, Campo Alegre de Goiás, GO e Senador Canedo, GO, utilizando-se o delineamento experimental de blocos casualizados com três repetições. A severidade da ferrugem asiática foi obtida pela estimativa visual dos folíolos. Foi estimada a taxa de progresso absoluta média da doença (r), área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD) e também o fator de resistência parcial (FRP). Realizou-se análise de adaptabilidade e estabilidade pelo método de Eberhart e Russel e o método multivariado AMMI. Constatou-se que as linhagens que se mostraram mais resistentes à ferrugem, em geral, também foram as de melhor adaptabilidade e estabilidade.

Glycine max; Phakopsora pachyrhizi; resistência parcial; taxa de progresso absoluta média da doença; fator de resistência parcial


Crop Breeding and Applied Biotechnology Universidade Federal de Viçosa, Departamento de Fitotecnia, 36570-000 Viçosa - Minas Gerais/Brasil, Tel.: (55 31)3899-2611, Fax: (55 31)3899-2611 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: cbab@ufv.br