Avaliação da resistência ao alumínio em híbridos intraespecíficos de Brachiaria decumbens Stapf.

Keise Mara Belmonte de Oliveira Sanzio Carvalho Lima Barrios Lucimara Chiari Valdemir Antônio Laura Cacilda Borges do Valle Sobre os autores

Resumo

Objetivou-se avaliar híbridos intraespecíficos de Brachiaria decumbens para dois componentes da adaptação edafoclimática: vigor da raiz e resistência aoalumínio. Cem híbridos intraespecíficos e seus parentais foram avaliados em casa de vegetação. Os híbridos diferiram para ambos os caracteres, indicando a existência de variabilidade genética. Os parentais apresentaram desempenho semelhante para vigor da raiz, mas diferiram para resistência ao alumínio. Vinte e três e sete híbridos foram superiores a cultivar Basilisk para vigor da raiz e resistência ao alumínio, respectivamente, porém a maioria não foi coincidente em ambos os caracteres. A herança da resistência ao alumínio aparenta ser quantitativa, visto que a maioria dos híbridos apresentou um desempenho mediano, e poucos nos extremos. A estimativa da herdabilidade com base em médias de progênies para resistência ao alumínio (0,27) foi inferior a do vigor da raiz (0,69). A metodologia utilizada foi eficiente em discriminar e identificar híbridos superiores para adaptação edafoclimática.

Palavras-chave:
Capim braquiária; estresse abiótico, solos ácidos; herdabilidade; seleção recorrente

Crop Breeding and Applied Biotechnology Universidade Federal de Viçosa, Departamento de Fitotecnia, 36570-000 Viçosa - Minas Gerais/Brasil, Tel.: (55 31)3899-2611, Fax: (55 31)3899-2611 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: cbab@ufv.br