Accessibility / Report Error

Complexidade racial: mitos e realidades em duas freguesias de Salvador em 1775

Complexité raciale: mythes et réalités dans deux paroisses de Salvador en 1775

Racial complexity: myth and reality in two Salvador freguesias in 1775

A partir da análise minuciosa dos dados do Censo de 1775 sobre duas freguesias de Salvador (São Pedro e Penha), são colocados em questão cinco mitos dominantes sobre a escravidão no imaginário nacional: (1) o domínio total do trabalho escravo na sociedade; (2) uma sociedade formada apenas por senhores e escravos; (3) uma sociedade constituída, por um lado, por um segmento de dominantes e exploradores e, por outro, por dominados e explorados; (4) uma sociedade urbana segregada; (5) uma sociedade patriarcal, em que as mulheres eram submissas e economicamente subordinadas. Os resultados do censo, portanto, levantam novas questões para o entendimento da complexidade do nosso passado, o que ajuda a entender a manutenção das extremas desigualdades atuais, além de evidenciar a existência de diferenciações espaciais na cidade.

escravos; libertos; agregados; freguesias; Salvador


Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Estrada de São Lázaro, 197 - Federação, 40.210-730 Salvador, Bahia Brasil, Tel.: (55 71) 3283-5857, Fax: (55 71) 3283-5851 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: revcrh@ufba.br