Vivendo com a morte: o processamento do morrer na sociedade moderna

Vivre avec la mort: l'élaboration du mourir dans la société moderne

Living with death: the processing of dying in the modern society

O texto trata do processamento da morte na sociedade moderna; objetiva problematizar as estratégias psicossociais empregadas na sociedade moderna para conviver com a morte. Argumenta-se que a forma como a morte é processada socialmente na sociedade moderna é uma conseqüência de como nos relacionamos com a vida. Partindo do exame das contribuições de Philippe Ariès e Norbert Elias e nos conceitos de individualização formulado por Ulrich Beck e segregação da experiência proposto por Anthony Giddens, procuramos demonstrar que quanto menos problemática se torna a morte socialmente, mais angustiante se torna seu processamento para o indivíduo. Para desenvolver este argumento e mostrar como é segregada a experiência de morte, aplicamos a noção de ator-rede que permite a interpretação da justaposição de atores heterogêneos no processamento da morte.

morte; processamento do morrer; segregação da morte; ator-rede; sociedade moderna


Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Estrada de São Lázaro, 197 - Federação, 40.210-730 Salvador, Bahia Brasil, Tel.: (55 71) 3283-5857, Fax: (55 71) 3283-5851 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: revcrh@ufba.br