Reconquista da identidade de trabalhador por ex-detentos catadores de lixo

Ex-com trash pickers create a new worker identity

Reconquête d'une identité de travailleur par d'anciens detenus qui faisaient les poublelles

O objetivo deste trabalho é refletir e compreender como catadores de lixo ex-detentos de Fortaleza reconstituem a identidade de trabalhador com base no trabalho precarizado e estigmatizado socialmente. Foram realizados pesquisa bibliográfico-documental e estudo de inspiração etnográfica, tendo como ferramentas a observação direta e entrevistas semiestruturadas. Os resultados apontam para condições precárias de trabalho e conflitos com o "deposeiro" (dono do depósito) que explora os catadores em todos os âmbitos. Vistos pela população como vagabundos, perigosos e sujos, a sua condição de trabalho e de vida é permeada por exploração, conflito e preconceito. As narrativas desses reciclados pela justiça indicam forte identificação com o refugo que coletam. Na busca da reinserção social e reconstrução de identidades, alguns admitiram práticas ilícitas ou recaídas, demonstrando a fragilidade do sistema, tentando reciclá-los e incluí-los precariamente.

Trabalho; Identidade; Precarização; Catadores de lixo; Ex-detentos


Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Estrada de São Lázaro, 197 - Federação, 40.210-730 Salvador, Bahia Brasil, Tel.: (55 71) 3283-5857, Fax: (55 71) 3283-5851 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: revcrh@ufba.br