Influência da razão diopsídio: feldspato em reações de cerâmica branca avaliada por análise quantitativa de fases (difratometria de raios X - método de Rietveld)

L. Kuzmickas F. R. D. Andrade G. A. J. Szabó J. F. M. Motta M. Cabral Jr Sobre os autores

Foram produzidas cerâmicas brancas com matérias-primas preparadas com proporções variáveis de rocha rica em diopsídio (0 a 20% em peso) e feldspato potássico (40 a 20% em peso), e proporções fixas de caulinita (40% em peso) e quartzo (20% em peso), queimadas em temperatura entre 1170 e 1210 ºC. As fases identificadas nas cerâmicas experimentais foram quartzo, anortita, mulita e vidro, e suas proporções relativas em massa foram determinadas por difração de raios X (método de Rietveld). A adição de diopsídio em substituição parcial do feldspato potássico causa a formação nas peças cerâmicas de um silicato de cálcio análogo à anortita (CaSi2Al2O8), com uma redução proporcional dos teores de vidro e mulita. A absorção de água e a porosidade das peças cerâmicas diminuem com o aumento da temperatura de queima, enquanto que o efeito da composição das matérias-primas nas propriedades físicas e mecânicas dos corpos cerâmicos é menos evidente. A rocha rica em diopsídio tem baixo teor de ferro(1,5% em peso de Fe2O3) e, portanto, promove uma queima branca.

diopsídio; feldspato; cerâmica; difração de raios X; método de Rietveld


Associação Brasileira de Cerâmica Av. Prof. Almeida Prado, 532 - IPT - Prédio 36 - 2º Andar - Sala 03 , Cidade Universitária - 05508-901 - São Paulo/SP -Brazil, Tel./Fax: +55 (11) 3768-7101 / +55 (11) 3768-4284 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: ceram.abc@gmail.com