Accessibility / Report Error

Analysis of the Brazilian cellulose industry concentration (1998 - 2007)

Análise da concentração da indústria brasileira de celulose (1998 - 2007)

Abstracts

This work analyzed the Brazilian cellulose industry concentration level between 1998 and 2007, focusing on the sector's main performance indicators. The necessary data was collected from BRACELPA's Statistical Reports during the same period. The concentration level was determined according to the following indexes: Concentration Ratio (CR); Herfindahl-Hirschman Index (HHI); Theil's Entropy Index (E); and the Gini Coefficient (G). The primary conclusions were that the CR(4), CR(8), HHI, and Theil's indexes presented high figures in spite of occasional fluctuations. The inequality of the industry, as measured by the Gini coefficient, was considered high, confirming the initial hypothesis of the work.

Forest economy; concentration indexes; cellulose


Este trabalho analisou o grau de concentração da indústria brasileira de celulose, no período de 1998 a 2007, enfatizando os principais indicadores de desempenho do setor. Os dados necessários foram extraídos no Relatório Estatístico da BRACELPA, no período de 1998 a 2007. O grau de concentração foi determinado usando-se os índices: Razão de Concentração (CR); Índice de Herfindahl-Hirschman (HHI); Índice de Entropia de Theil (E) e; o coeficiente de Gini (G). As principais conclusões obtidas foram: Os índices CR(4), CR(8), HHI e Entropia de Theil mostraram-se elevados, apesar das oscilações apresentadas em certos momentos. A desigualdade da indústria medida pelo índice de Gini foi considerada alta, reafirmando a hipótese inicial do trabalho.

Economia florestal; índices de concentração; celulose


Analysis of the Brazilian cellulose industry concentration (1998 – 2007)

Análise da concentração da indústria brasileira de celulose (1998 – 2007)

Luiz Moreira Coelho JuniorI; José Luiz Pereira de RezendeII; Ednilson Sebastião ÁvilaIII; Antonio Donizette de OliveiraIV; Luís Antônio Coimbra BorgesV

IEconomist, Researcher in socioeconomics – Intituto Agronômico do Paraná (IAPAR) – Rodovia BR 163, KM 188 – CEP 85825-000 – Santa Tereza do Oeste, PR – lmcjunior@hotmail.com

IIForest Engineer, Ph.D. in Forest Economy, Visiting researcher – Departamento de Ciências Florestais – Universidade Federal de Lavras – Cx. P. 3037 – 37200-000 – Lavras, MG – jlprezen@dcf.ufla.br

IIIEconomist, Gradute of the Universidade Federal de São João Del Rei – ednilsonavila@ig.com.br

IVForest Engineer, Professor, Dr. in Forest Science – Departamento de Ciências Florestais – Universidade Federal de Lavras – Cx. P. 3037 – 37200-000 – Lavras, MG – donizete@dcf.ufla.br

ABSTRACT

This work analyzed the Brazilian cellulose industry concentration level between 1998 and 2007, focusing on the sector's main performance indicators. The necessary data was collected from BRACELPA's Statistical Reports during the same period. The concentration level was determined according to the following indexes: Concentration Ratio (CR); Herfindahl-Hirschman Index (HHI); Theil's Entropy Index (E); and the Gini Coefficient (G). The primary conclusions were that the CR(4), CR(8), HHI, and Theil's indexes presented high figures in spite of occasional fluctuations. The inequality of the industry, as measured by the Gini coefficient, was considered high, confirming the initial hypothesis of the work.

Key words: Forest economy, concentration indexes, cellulose.

RESUMO

Este trabalho analisou o grau de concentração da indústria brasileira de celulose, no período de 1998 a 2007, enfatizando os principais indicadores de desempenho do setor. Os dados necessários foram extraídos no Relatório Estatístico da BRACELPA, no período de 1998 a 2007. O grau de concentração foi determinado usando-se os índices: Razão de Concentração (CR); Índice de Herfindahl-Hirschman (HHI); Índice de Entropia de Theil (E) e; o coeficiente de Gini (G). As principais conclusões obtidas foram: Os índices CR(4), CR(8), HHI e Entropia de Theil mostraram-se elevados, apesar das oscilações apresentadas em certos momentos. A desigualdade da indústria medida pelo índice de Gini foi considerada alta, reafirmando a hipótese inicial do trabalho.

Palavras-chave: Economia florestal, índices de concentração, celulose.

Full text available only in PDF format.

Texto completo disponível apenas em PDF.

5 BIBLIOGRAPHICAL REFERENCES

Received: June 30, 2009

Accepted: March 31, 2010

  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CELULOSE E PAPEL. Relatório estatístico da BRACELPA São Paulo, 2008.
  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CELULOSE E PAPEL. O setor de papel e selulose: BCP-RM17/DEST, 2009. v. 2. Disponível em: <http://www.bracelpa.org.br/bra/estatisticas/pdf/booklet/marco2009.pdf> . Acesso em: 10 jun. 2009.
  • BAIN, J. Industrial organization. New York: J. Wiley, 1959. 274 p.
  • GINI, C. Variabilità e mutabilità 1912. In: PIZETTI, E.; SALVEMINI, T. (Eds.). Reprinted in memorie di metodologica statistica. Rome: Libreria Eredi Virgilio Veschi, 1955.
  • HERFINDAHL, O. C. Concentration in the steel industry. 1950. Thesis (Ph.D.) -Columbia University, Ney York, 1950.
  • HIRSCHMAN, A. O. National power and the structure of foreign trade Berkley: University of California, 1945.
  • HIRSCHMAN, A. O. The Paternity of an Index. The American Economic Review, Pittsburgh, v. 54, n. 5, p. 761-762, Sept. 1964.
  • LEITE, A. L. S.; SANTANA, E. A. Índices de concentração na indústria de papel e celulose. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 18., 1998. Anais... Disponível em: <http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP1998_ART158.pdf> . Acesso em: 15 set. 2008.
  • MONTEBELLO, A. E. S. Análise da evolução da indústria brasileira de celulose no período de 1980 a 2005 2006. 114 p. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2006.
  • PINDYCK, R. S.; RUBINFELD, D. L. Microeconomia 6. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006. 641 p.
  • POSSAS, M. L. Estruturas de mercado em oligopólio: economia e planejamento. 2. ed. São Paulo: Hucitec, 1999. 191 p. (Série Obras Didáticas).
  • RESENDE, M. Medidas de concentração industrial: uma resenha. Revista Análise Econômica, Porto Alegre, v. 12, n. 21, p. 24-33, mar./set. 1994.
  • RESENDE, M.; BOFF, H. Concentração industrial. In: KUPFER, D.; HASENCLEVER, L. (Orgs.). Economia industrial: fundamentos teóricos e práticas no Brasil. Rio de Janeiro: Campus, 2002. p. 73-90.
  • REZENDE, J. L. P.; COELHO JUNIOR, L. M. BORGES, L. A. C. Madeira e derivados: oportunidades do Brasil no mercado internacional. In: OLIVEIRA, J. T. S.; FIEDLER, N. C.; NOGUEIRA, M. (Eds.). Tecnologias aplicadas ao setor madeireiro III Jerônimo Monteiro: Suprema, 2008. p. 11-42.
  • REZENDE, J. L. P.; COELHO JUNIOR, L. M.; OLIVEIRA, A. D. Economia florestal mineira vis-à-vis economia florestal brasileira. In: SEMINÁRIO SÓLIDOS DE EUCALIPTO: AVANÇOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS, 2002, Lavras. Anais... Lavras: UFLA, 2002. CD-ROM.
  • THEIL, H. Economics and information theory Amsterdam: North-Holland, 1967. 488 p.

Publication Dates

  • Publication in this collection
    23 Sept 2014
  • Date of issue
    June 2010

History

  • Received
    30 June 2009
  • Accepted
    31 Mar 2010
UFLA - Universidade Federal de Lavras Universidade Federal de Lavras - Departamento de Ciências Florestais - Cx. P. 3037, 37200-000 Lavras - MG Brasil, Tel.: (55 35) 3829-1706, Fax: (55 35) 3829-1411 - Lavras - MG - Brazil
E-mail: cerne@dcf.ufla.br