RELAÇÕES ENTRE AS DIMENSÕES DA COPA E A ALTURA DAS ÁRVORES DOMINANTES EM POVOAMENTOS DE Pinus taeda L.

RELATIONSHIPS AMONG THE CROWN DIMENSIONS AND THE HEIGHT OF DOMINANT TREES IN STANDS OF Pinus taeda L.

Veridiana Padoin César Augusto Guimarães Finger Sobre os autores

RESUMO

Com o objetivo de descrever e modelar as relações morfométricas entre o diâmetro de copa, a percentagem de copa, o comprimento de copa exposto à luz e a altura das árvores dominantes, em povoamentos de Pinus taeda L. foram amostradas 187 unidades amostrais do tipo proposto por Prodan, modificadas para 12 árvores, distribuídas sobre sítios bons e ruins. Em cada unidade amostral, foram identificadas duas árvores dominantes e medidas as dimensões do diâmetro à altura do peito, a altura total, os comprimentos de copa e de copa exposto a luz e, o diâmetro de copa sob oito raios. Os resultados permitiram concluir que o diâmetro de copa e o comprimento de copa exposto à luz crescem com o aumento da altura dominante sendo que as duas relações podem ser descritas com boa precisão estatística por um modelo matemático curvilinear. A relação da percentagem de copa com a altura dominante apresenta alta significância estatística descrita por modelo curvilinear decrescente, tendo sido identificados por análise de covariância três grupos distintos de curvas segundo o local de origem dos dados. A percentagem de copa diminui com o aumento da altura dominante.

Palavras-chave:
morfometria; comprimento de copa; diâmetro de copa

ABSTRACT

Aiming at describing and modeling the morphometric relationships among the crown diameter, the crown percentage, the length of the crown exposed to light and the height of the dominant trees in stand of Pinus taeda L., one hundred and eighty seven sample units were studied considering the type proposed by Prodan, modified for twelve trees, distributed on good and bad stands. In each sample unit, two dominant trees were identified and the dimensions of the diameter at breast height, the total height, the crown lengths and the length of crown exposed to light and the crown diameter under eight rays were measured. Results allowed concluding that the crown diameter and the length of the crown exposed to light grow with the increase of the dominant height, and the two relationships can be described with good statistical precision by a curvilinear mathematical model. The relationship of the crown percentage with the dominant height presented high statistical significance described by a decreasing curvilinear model, having been identified by analysis of covariance three different groups of curves according to the place of origin of the data. The crown percentage decreases with the increase of the dominant height.

Keywords:
morphometry; crown length; crown diameter

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

  • AMBIENTE BRASIL. Florestal. Disponível em: <Disponível em: http://www.ambientebrasil.com.br >. Acesso em: 8 de novembro de 2006.
    » http://www.ambientebrasil.com.br
  • ASSMANN, E. The Principles of Forest Yield Study. München: BLV, 1970. 490 p.
  • DURLO, M. A. Relações morfométricas para Cabralea canjerana (Well.) Mart. Ciência Florestal , Santa Maria, v. 11, n. 1, p. 141-149, 2001.
  • DURLO, M. A. et al Modelagem da copa de Cedrella fissilis Vellozo. Ciência Florestal , Santa Maria, v. 14, n. 2, p. 79-89, 2004.
  • KAGEYAMA, P. Y.; FONSECA, S. M. Metodologia para seleção e avaliação de árvores superiores de Pinus taeda Circular Técnica IPEF, Piracicaba, n. 55, 23 p. 1979.
  • NIMER, E. Climatologia do Brasil. 2a. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 1989. 422 p.
  • NUTTO, L. Manejo do crescimento diamétrico de Araucaria angustifolia (Bertol.) O. Ktze. baseado na árvore individual. Ciência Florestal , Santa Maria, v. 11, n. 2, p. 9-25, 2001.
  • NUTTO, L. et al Utilização dos parâmetros da copa para avaliar o espaço vital em povoamentos de Pinus elliottii Engelm. Boletim de Pesquisa Florestal , n. 42, p. 123-138. 2001.
  • POTTER, R. O. et al Solos do Estado de Santa Catarina. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2004. 745 p. (Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, n.46).
  • PRODAN, M. et al Mensura Forestal. San José: GTZ, 1997. 561 p.
  • PRODAN, M. Forest Biometric. New York: Pergamon, 1968. 447 p.
  • SCHNEIDER, P. R.; FINGER, C. A. G. Manejo Sustentado de Florestas Inequiâneas Heterogêneas. Santa Maria: UFSM, 2000. 195 p.
  • SCHNEIDER, P. R. Manejo Florestal: Planejamento da Produção Florestal . Santa Maria: UFSM , 2004. 492p.
  • STERBA, H. Waldwachstumskunde: Skriptum zur Lehrveranstaltung 420.020. Wien: Universität für Bodenkultur, Institut für Waldwachstumsforschung, 2006, 129 p.
  • STRECK, E. V. et al Solos do Rio Grande do Sul. 1. ed. Porto Alegre: EMATER/RS, UFRGS, 2002. 107 p.
  • TONINI, H.; ARCO-VERDE, M. F. Morfologia da copa para avaliar o espaço vital de quatro espécies nativas da Amazônia. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 40, n. 7, p. 633-638, 2005.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Jan-Mar 2010
Universidade Federal de Santa Maria Av. Roraima, 1.000, 97105-900 Santa Maria RS Brasil, Tel. : (55 55)3220-8444 r.37, Fax: (55 55)3220-8444 r.22 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciaflorestal@ufsm.br