Efeitos de retardantes de fogo sobre a emergência e crescimento inicial de Handroanthus ochraceus (cham.) Mattos e Tabebuia roseoalba (Ridl.) Sandwith

Effects of fire retardants on emergency and early growth of Handroanthus ochraceus (cham.) Mattos and Tabebuia roseoalba (Ridl.) Sandwith

Elen Silma Oliveira Cruz Ximenes Andréa Carvalho da Silva Adilson Pacheco de Souza Kalisto Natam Carneiro Silva Wesley Filipe Dutra Ximenes Aragão Herculis Nogueira Sobre os autores

RESUMO

Objetivou-se avaliar os efeitos de retardantes de fogo de curta duração e de um polímero hidrorretentor sobre a emergência e crescimento inicial de Handroanthus ochraceus e Tabebuia roseoalba, em condições de ambiente protegido. Foram realizadas aplicações via substrato na semeadura e com intervalos quinzenais, dos seguintes retardantes de fogo e concentrações: Phos-Chek WD881® (0; 3,00; 6,00; 8,00; 10,00 mL L-1), Hold Fire® (0; 7,00; 9,00; 12,00; 15,00 mL L-1), e polímero hidrorretentor Nutrigel® (0, 0,25; 0,50; 0,75; 1,00 g L-1), em delineamento inteiramente casualizado, com 10 repetições por tratamento. Nas concentrações iguais a 0, utilizou-se apenas água. A emergência das plântulas foi avaliada por meio do índice de velocidade de emergência, porcentagem e tempo médio de emergência. Realizaram-se análises de crescimento destrutivas aos 30, 45, 60, 90 e 120 dias após a semeadura (DAS), enquanto as análises de fluorescência da clorofila a foram realizadas em três plantas por tratamento, a partir de 60 DAS. As concentrações testadas de Phos-Chek WD881, Hold Fire e Nutrigel não influenciaram na emergência das plântulas das espécies Handroanthus ochraceus e Tabebuia roseoalba. Aplicações de Phos-Chek WD881 até 5,00mL L-1 propiciam efeitos positivos sobre o crescimento das duas espécies. Concentrações de Hold Fire até 8,00 mL L-1 favorecem o crescimento inicial de Tabebuia roseoalba. O crescimento em diâmetro de Handroanthus ochraceus apresenta resposta positiva a partir de 9,60 mL L-1 quando submetido ao retardante Hold Fire. O intervalo de 0,50 g L-1 a 0,88 g L-1do polímero hidrorretentor Nutrigel promove o crescimento em diâmetro das duas espécies. A fluorescência da clorofila a indica que ocorreu pleno funcionamento da etapa fotoquímica no processo fotossintético de Handroanthus ochraceus e Tabebuia roseoalba na presença dos retardantes de fogo e do polímero hidroretentor.

Palavras-chave:
Análise de crescimento; Fluorescência; Retardante de fogo de curta duração; Hidrogel

Universidade Federal de Santa Maria Av. Roraima, 1.000, 97105-900 Santa Maria RS Brasil, Tel. : (55 55)3220-8444 r.37, Fax: (55 55)3220-8444 r.22 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciaflorestal@ufsm.br