QUALIDADE DA CELULOSE KRAFT-ANTRAQUINONA DE Eucalyptus dunnii PLANTADO EM CINCO ESPAÇAMENTOS EM RELAÇÃO AO Eucalyptus grandis E Eucalyptus saligna

KRAFT-ANTRAQUINONE PULP PROPERTIES OF Eucalyptus dunnii OBTAINED WITHIN FIVE TREE PLANTATION SPACINGS AND COMPARED TO COMERCIALLY PLANTED Eucalyptus grandis AND Eucalyptus saligna

Giovanni Willer Ferreira Jorge Vieira Gonzaga Celso Edmundo B. Foelkel Teotônio Francisco de Assis Edvins Ratnieks Maria Cladis Mezzomo da Silva Sobre os autores

RESUMO

Este trabalho analisou o efeito de cinco espaçamentos de Eucalyptus dunnii (3 m x 1 m; 3 m x 1,5 m; 3 m x 2 m; 3 m x 3 m; 3 m x 4 m), para produção de celulose kraft-antraquinona, comparados com Eucalyptus grandis e Eucalyptus saligna (ambos no espaçamento 3 m x 2 m). Avaliaram-se a densidade básica e composição química da madeira original, analisando-se extrativos em diclorometano, pentosanas, lignina, solubilidade em NaOH8% e cinzas. Os cavacos foram submetidos a cozimento kraft-antraquinona com álcali ativo variando de 18,5 a 21% para obter um número kappa 17± 1,5; sulfidez a 8%, antraquinona base madeira 0,05%, relação licor/madeira 4:1, tempo até temperatura máxima 60 minutos, tempo à temperatura máxima 45 minutos. A celulose marrom resultante do cozimento kraft-antraquinona foi caracterizada e analisada em seus aspectos físico-químicos (rendimentos, rejeitos, número kappa, viscosidade intrínseca, alvura e solubilidade em NaOH5%). Uma parte desta sofreu refinação em moinho Jökro ao nível de 35°SR e, juntamente com a polpa não-refinada, foram submetidas a testes físicomecânicos e óticos (resistência à tração, alongamento, estouro, rasgo, volume específico, alvura, resistência ao ar Gurley e ascensão capilar Klemm). O maior consumo de álcali ativo (20,5%) ocorreu em espaçamento 3 m x 4 m, proporcionando maior degradação da polpa. Todos os espaçamentos caracterizados apresentaram viabilidade para a produção de celulose kraftantraquinona, podendo proporcionar redução nos custos de produção de celulose, devido aos menores consumos apresentados de álcali ativo e madeira quando comparados com Eucalyptus grandis e Eucalyptus saligna. Os valores de extrativos e cinzas mostraram-se elevados para Eucalyptus dunnii, potencializando possíveis impactos em termos de incrustações e fechamento de circuito no processo fabril. Diante dos resultados obtidos, a celulose de Eucalyptus dunnii atende às exigências do mercado consumidor.

Palavras-chave:
Celulose kraft; qualidade da celulose; celulose de Eucalyptus

ABSTRACT

This work analyzed the effect of five tree plantation spacings for Eucalyptus dunnii species (3 m x 1 m; 3 m x 1.5 m; 3 m x 2 m; 3 m x 4 m and 3 m x 4 m). The aim was the production of a kraft-antraquinone pulp. Eucalyptus grandis and Eucalyptus saligna pulps obtained from commercially grown stands (at fixed 3 m x 2 m spacing) were also tested, as a comparison. The basic density and chemical characterization of the wood samples were analyzed through dichloromethane extractives, pentosans, lignin, 8% alkali solubility and ash content. The chips were submitted to typical kraft-antraquinone pulping conditions to reach 17 ± 1.5 kappa number (active alkali was varied from 18.5 to 21%, 8% sulphidity, 0.05% antraquinone, 4:1 wood: liquor ratio, 60 minutes to reach maximum temperature, 45 minutes at maximum temperature). The unbleached pulps were chemically and physically characterized (yield, rejects, kappa number, viscosity, brightness, 5% alkali solubility). The unbeaten pulps were submitted to refination in a Jökro mill under 35° SR, and with the beaten pulps, were submitted to physical-mechanical and optical testing (tensile strength, stretch, burst strength, tear strength, bulk, brightness, Gurley air resistance and Klemm capillary rise). The highest alkali consumption has occurred for the wood from the 3 m x 4 m tree spacing test, hence degrading the pulp. The woods from all tree spacing tests are viable for pulp production. The potential for cost reduction is overseen due to lower alkali and wood consumption, compared to Eucalyptus grandis and Eucalyptus saligna. The Eucalyptus dunnii pulp is a viable source for papermaking. Some potential problems such as encrustations and the closing of the circuit may arise due to the high values of extractives and ash contents during the industrial process.

Key words:
Kraft pulp; pulp of quality; pulp of Eucalyptus

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  • BACKHAUS, R.C. Relatório de estágio: departamento de pesquisa e desenvolvimento. Guaíba: Riocell, [19--]. 37 p.
  • BARRICHELO, L.E.G., BRITO, J.O. A madeira das espécies de eucalipto como matéria-prima para a indústria de celulose e papel. Brasília: PNUD/FAO/IBDF/BRA., 1976. 145 p. (Série Divulgação, 13).
  • BARRICHELO, L.E.G. et al Aproveitamento industrial para a produção de celulose de madeiras de eucaliptos adaptados à regiões susceptíveis à geada. Piracicaba: IPEF, 1976. 13 p.
  • CAMARGO, F.R.A. de; BARRICHELO, L.E.G.; AMARAL, W.A.N. Caracterização tecnológica da madeira de povoamentos de E. grandis Hill ex Maiden. In: CONGRESSO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA CELULOSE E PAPEL, 20., 1987, São Paulo. Anais ... São Paulo: Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel, 1987. 502 p.
  • FOELKEL, C.B., BARRICHELO, L.E.G. Tecnologia de celulose e papel. Piracicaba: ESALQ/USP, ESALQ, 1975. 207p.
  • FOELKEL, C.E.B., BARRICHELO, L.E.G., MILANEZ, A.F. Estudo comparativo das madeiras de E. saligna, E. paniculata, E. citriodora, E. maculata e E. tereticornis para produção de celulose sulfato. In: SEMINÁRIO DE INTEGRAÇÃO: FLORESTA-INDÚSTRIA, 1975, São Paulo. Anais... São Paulo, Instituto de Pesquisas Florestais: Grupo Suzano Feffer, Departamento de Silvicultura ESALQ/USP, 1975. 180 p. p. 69-110.
  • FOELKEL, C.E.B. et al Acerca da solubilidade em álcalis de materiais celulósicos. I. Madeiras do eucalipto e da acácia-negra e polpas comerciais de fibras curtas. In: CONGRESSO ANUAL DA ABCP, 13., 1980, São Paulo: Anais... São Paulo, ABCP, 1980. 298 p. p. 43-53.
  • FOELKEL, C.E.B., SANI, A. Presente, passado e perspectivas futuras na utilização do eucalipto pela indústria de celulose no Brasil. Monte Alegre: Celulose Nipo-Brasileira, 1977. 55 p.
  • FOELKEL, C.E.B., ASSIS, T.F. de New pulping technology and E. wood: the role of soil fertility, plant nutrition and wood ion content. In: CRC FOR TEMPERATE HARDWOOD FORESTRY, 1995, Hobart. Anais... Hobart: CRC, 1995. 487 p. p. 10-14.
  • GONZAGA, J.V. Qualidade da madeira e da celulose kraft de treze espécies de E... 1983. 119 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais). Universidade Federal de Viçosa, 1983.
  • LIMA, A.F. et al Avaliação do E. dunnii como matéria-prima alternativa para a RIOCELL. Guaíba: Riocell , 1993. 13 p. (Relatório Técnico, 596).
  • MACHADO, F.J.J. et al Estudo comparativo das madeiras de Eucalyptus torelliana e Eucalyptus grandis para produção de polpa kraft. O Papel, São Paulo, v. 48, n. 8, p. 56-60, ago. 1987.
  • MARADEI, D., REPETTI, R., ZILLI, N. E. dunnii, un nuevo recurso forestal para la industria. ATIPCA, Buenos Aires, v. 27, n. 4, p. 43-53, ago. 1988.
  • OLIVEIRA, E. et al Correlações entre parâmetros de qualidade da madeira de E. grandis (W. Hill ex-Maiden). Viçosa: SIF, 1990. 23 p. (Boletim Técnico, 18)
  • RATNIEKS, E. Alterações no refino e no teor de hemicelulose da polpa. Guaíba: Riocell , 14 p. 1993. (Relatório Técnico, 630)
  • RATNIEKS, E., ASSIS, T.F., LIMA, A.F. Análise tecnológica de madeiras potenciais para celulose na Riocell. Guaíba: Riocell , 14 p. 1992. (Relatório Técnico, 519)
  • RATNIEKS, E. et al. Influência do espaçamento entre árvores sobre a qualidade da madeira e polpa de E. dunni Guaíba: Riocell , 1987. 115 p. (Relatório Técnico, 132)
  • RATNIEKS, E., SANSÍGOLO, C.A. Estudo comparativo das qualidades de madeira e polpa de árvores jovens de E. saligna e E. grandis Guaíba: Riocell , 66 p. 1986. (Relatório Técnico, 43)
  • RIOCELL. Análise dos licores kraft e soda. Guaíba: [19--], 12 p.
  • SANTOS, R. Relatório de visita técnica. Guaíba: Riocell , 1996. 5 p.
  • SPELTZ, R.M., MONTEIRO, R.F.R. E. dunnii perspectivas de sua introdução no segundo planalto paranaense. In: CONGRESSO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA CELULOSE E PAPEL - SEMANA DO PAPEL, 15., 1982, São Paulo. Anais... São Paulo: ABCP, 1982. 435 p. 5-19.
  • WEHR, R.T. Variações nas características da madeira de E. grandis Hill Ex Maiden e suas influências na qualidade de cavacos em cozimentos kraft. , 1991. 84 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais). Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, 1991.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Jan-Dec 1997
Universidade Federal de Santa Maria Av. Roraima, 1.000, 97105-900 Santa Maria RS Brasil, Tel. : (55 55)3220-8444 r.37, Fax: (55 55)3220-8444 r.22 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciaflorestal@ufsm.br