Accessibility / Report Error

Um ambiente multimídia e a resolução de problemas de física

Physics classroom activities through technological and communicative means

Resumos

Atuou-se segundo os momentos metodológicos da investigação-ação escolar, desenvolvendo planejamentos, envolvendo os professores e os alunos no uso dos meios tecnológico-comunicativos nas atividades de sala de aula e especificando-se as ações escolares de Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. A comunicação, auto-reflexão e reflexão dos envolvidos no processo escolar foram incrementadas, compartilhando planejamentos e buscando consolidar o diálogo na sala de aula, problematizando situações, conceitos e a Resolução de Problemas, tendo como mediador o conhecimento científico-tecnológico, previamente tematizado e organizado.

resolução de problemas; ambiente multimídia; meios tecnológico-comunicativos


We act according to the methodological perspective of the Investigation-Action School, developing plans, involving teachers and students in the use of the Technological and Communicative Means in classroom activities and we specify school actions of Natural Science, Math and its Technologies. We improve communication, self-reflection of those involved in the school process, sharing planning, trying to consolidate the dialogue in the classroom, problematizing situations, concepts and how to solve the problems, having as a mediator the scientific-technological knowledge, previously thematized and organized.

solving problems; multi midia environment; technological and communicative means


Um ambiente multimídia e a resolução de problemas de física

Physics classroom activities through technological and communicative means

Carlos Alberto SouzaI; Fábio da Purificação De BastosII

IUniversidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica; Colégio Agrícola de Camboriú, SC. E-mail: carlosal@ced.ufsc.br

IIProfessor, Universidade Federal de Santa Maria, Programa de Pós-Graduação em Educação, Santa Maria, RS. E-mail: fbastos@ce.ufsm.br

RESUMO

Atuou-se segundo os momentos metodológicos da investigação-ação escolar, desenvolvendo planejamentos, envolvendo os professores e os alunos no uso dos meios tecnológico-comunicativos nas atividades de sala de aula e especificando-se as ações escolares de Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. A comunicação, auto-reflexão e reflexão dos envolvidos no processo escolar foram incrementadas, compartilhando planejamentos e buscando consolidar o diálogo na sala de aula, problematizando situações, conceitos e a Resolução de Problemas, tendo como mediador o conhecimento científico-tecnológico, previamente tematizado e organizado.

Palavras-chave: resolução de problemas. ambiente multimídia. meios tecnológico-comunicativos.

ABSTRACT

We act according to the methodological perspective of the Investigation-Action School, developing plans, involving teachers and students in the use of the Technological and Communicative Means in classroom activities and we specify school actions of Natural Science, Math and its Technologies. We improve communication, self-reflection of those involved in the school process, sharing planning, trying to consolidate the dialogue in the classroom, problematizing situations, concepts and how to solve the problems, having as a mediator the scientific-technological knowledge, previously thematized and organized.

Key words: solving problems. multi midia environment. technological and communicative means.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Referências

ANGOTTI, J. A. P. Fragmentos e totalidades no conhecimento científico e no ensino de Ciências. São Paulo, 1991. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação/ Instituto de Física, Universidade Estadual de São Paulo, São Paulo.

______. Física. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1991.

ANGOTTI, J. A. P.; DELIZOICOV, D. Metodologia do ensino de Ciências. 2.ed. São Paulo: Cortez, 1990.

BACHELARD, G. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Tradução: Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

BRUNNING, C. Professional development using action research. Disponível em: <http://www.mcb.co.uk/services/conferen/nov95/ifal/paper1.htm>. Acesso em: 27 set. 2000.

CACHAPUZ, A. F.; PRAIA, J. F.; JORGE, M. P. Perspectivas de ensino. Org. CACHAPUZ, A. F. Formação de Professores. 2.ed. Porto: Martins & Irmão, 2001. (Coleção Formação de Professores/Ciências, textos de apoio n. 1).

CARR, W. Action-research: ten years on. Journal of Curriculum Studies, v. 21, n. 1, p. 85- 90, 1989.

CARR, W.; KEMMIS, S. Becoming critical: education, knowledge and action research. Brighton: Falmer Press, 1986.

CARVALHO, A. M. P.; SANTOS, E. I.; AZEVEDO, M. C. P. S.; DATE, M. P. S.; FUJII, S. R. S.; NASCIMENTO, V. B.; FUJII, S. R. S.; NASCIMENTO, V. B. Termodinâmica: um ensino por investigação. São Paulo: FEUSP, 1999.

DE BASTOS, F. P. Organização conceitual da melhor solução educacional no momento. Disponível em: <http://amem.ce.ufsm.br>. Acesso em: 23 mar. 2003.

DE BASTOS, F. P.; ABEGG, I. Redes e conhecimento científico na escola. In: MION, R. A..; SAITO, C. H. (Coords.). Investigação-ação: mudando o trabalho de formar professores. Ponta Grossa: PR: Gráfica Planeta. p. 91-9.

DE BASTOS, F. P.; MÜLLER, F. M. Criando desafios em informática. In: ESCOLA DE VERÃO SOBRE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO EDUCACIONAL, 4., Santa Maria, 1999. Atas... Santa Maria, 1999.

DELIZOICOV, D. Problemas e problematizações. In: PIETROCOLA, M. (Org.). Ensino de Física: conteúdo metodológico, metodologia e epistemologia numa concepção integradora. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2001. p. 125-50.

______. Uma no cravo, outra na Ferradura. 1989. Trabalho não publicado. ELLIOTT, J. What is action-research in schools? Journal of Curriculum Studies, v. 10, n. 4, p. 355-357, 1978.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 13.ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

______. Pedagogia do oprimido. 14.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

______. Educação como prática da liberdade. 18.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GIL-PÉREZ, D.; FURIO MAS, C.; VALDES, P.; SALINAS, J.; MARTINEZ-TORREGROSA, J.; GUISASOLA, J.; GONZALEZ, E.; DUMAS-CARRE, A.; GOFFARD, M.; CARVALHO, A. M. P. Tiene sentido seguir distinguiendo entre aprendizaje de conceptos, resolución de problemas de lápiz y papel y realización de prácticas de laboratorio?. Enseñanza de las Ciencias, v. 17, n. 2, p. 311-20, 1999. ,

GIL-PÉREZ, D.; MARTINEZ TORREGOSA, J.; RAMIREZ, L.; DUMAS CARRE, A.; GOFARD, M.; PESSOA, A. M. Questionando a didáctica de resolução de problemas: elaboração de um modelo alternativo. Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 9, n. 1, p. 7- 19, 1992.

HODSON, D. Becoming critical about practical work: changing views and changing practice through action research. International Journal Science Education, v. 20, n. 6, p. 683-694, 1998.

KUHN, T. A tensão essencial. Lisboa: Edições 70, 1977.

LEONARD, W. J.; GERACE, W. J.; DUFRESNE, R. J. Resolución de problemas basada en el análisis. Hacer del análisis y del razonamiento el foco de la enseñanza de la Física. Enseñanza de las Ciencias, v. 20, n. 3, p. 387-400, 2002.

LOPES, J. B. Perspectivar novas modelizações da prática relevantes para o conhecimento profissional do futuro professor de Física. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/ recentes/mpfip/pdfs/bernardinolopes.pdf>. Acesso em: 02 jul. 2002.

McNIFF, J. Action research: principles and practice. Hong Kong: MacMillan Education Ltda, 1988.

PIETROCOLA, M. Contribuição: visibilidade social e contatos com a área de educação. In: VIANNA, D. M.; PEDUZZI, L. O. Q.; BORGES, O. N.; NARDI, R. (Orgs.). Atas do Encontro de Pesquisa em Ensino de Física, 8. São Paulo: SBF, 2002. (CD-Rom, arquivo: COCD1_1.pdf).

POUDRIER, C. AR: CPS the pedagogical model of action-research for the community problem solving. European Environmental Education Newsletter. Disponível em: <http:// www3.sympatico.ca/claude/poudrier/arcps/htm>. Acesso em: 10 mar. 2000.

SOUZA, C. A. Investigação-ação escolar e resolução de problemas de Física: o potencial dos meios tecnológico-comunicativos. Florianópolis, 2004. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Catarina.

ZYLBERSZTAJN, A. Resolução de problemas: uma perspectiva Kuhniana. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM ENSINO DE FÍSICA, 6., 1998, Florianópolis. Anais... Florianópolis, 1998. 1 CD.

Artigo recebido em maio de 2006 e aceito em novembro de 2006

  • ANGOTTI, J. A. P. Fragmentos e totalidades no conhecimento científico e no ensino de Ciências São Paulo, 1991. Tese (Doutorado em Educação) Faculdade de Educação/ Instituto de Física, Universidade Estadual de São Paulo, São Paulo.
  • ______. Física 2. ed. São Paulo: Cortez, 1991.
  • ANGOTTI, J. A. P.; DELIZOICOV, D. Metodologia do ensino de Ciências 2.ed. São Paulo: Cortez, 1990.
  • BACHELARD, G. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Tradução: Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.
  • BRUNNING, C. Professional development using action research Disponível em: <http://www.mcb.co.uk/services/conferen/nov95/ifal/paper1.htm>. Acesso em: 27 set. 2000.
  • CACHAPUZ, A. F.; PRAIA, J. F.; JORGE, M. P. Perspectivas de ensino Org. CACHAPUZ, A. F. Formação de Professores 2.ed. Porto: Martins & Irmão, 2001. (Coleção Formação de Professores/Ciências, textos de apoio n. 1).
  • CARR, W. Action-research: ten years on. Journal of Curriculum Studies, v. 21, n. 1, p. 85- 90, 1989.
  • CARR, W.; KEMMIS, S. Becoming critical: education, knowledge and action research. Brighton: Falmer Press, 1986.
  • CARVALHO, A. M. P.; SANTOS, E. I.; AZEVEDO, M. C. P. S.; DATE, M. P. S.; FUJII, S. R. S.; NASCIMENTO, V. B.; FUJII, S. R. S.; NASCIMENTO, V. B. Termodinâmica: um ensino por investigação. São Paulo: FEUSP, 1999.
  • DE BASTOS, F. P. Organização conceitual da melhor solução educacional no momento. Disponível em: <http://amem.ce.ufsm.br>. Acesso em: 23 mar. 2003.
  • DE BASTOS, F. P.; ABEGG, I. Redes e conhecimento científico na escola. In: MION, R. A..; SAITO, C. H. (Coords.). Investigação-ação: mudando o trabalho de formar professores. Ponta Grossa: PR: Gráfica Planeta. p. 91-9.
  • DE BASTOS, F. P.; MÜLLER, F. M. Criando desafios em informática. In: ESCOLA DE VERÃO SOBRE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO EDUCACIONAL, 4., Santa Maria, 1999. Atas.. Santa Maria, 1999.
  • DELIZOICOV, D. Problemas e problematizações. In: PIETROCOLA, M. (Org.). Ensino de Física: conteúdo metodológico, metodologia e epistemologia numa concepção integradora. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2001. p. 125-50.
  • ______. Uma no cravo, outra na Ferradura. 1989. Trabalho não publicado.
  • ELLIOTT, J. What is action-research in schools? Journal of Curriculum Studies, v. 10, n. 4, p. 355-357, 1978.
  • FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 13.ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.
  • ______. Pedagogia do oprimido. 14.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.
  • ______. Educação como prática da liberdade. 18.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.
  • GIL-PÉREZ, D.; FURIO MAS, C.; VALDES, P.; SALINAS, J.; MARTINEZ-TORREGROSA, J.; GUISASOLA, J.; GONZALEZ, E.; DUMAS-CARRE, A.; GOFFARD, M.; CARVALHO, A. M. P. Tiene sentido seguir distinguiendo entre aprendizaje de conceptos, resolución de problemas de lápiz y papel y realización de prácticas de laboratorio?. Enseñanza de las Ciencias, v. 17, n. 2, p. 311-20, 1999.
  • GIL-PÉREZ, D.; MARTINEZ TORREGOSA, J.; RAMIREZ, L.; DUMAS CARRE, A.; GOFARD, M.; PESSOA, A. M. Questionando a didáctica de resolução de problemas: elaboração de um modelo alternativo. Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 9, n. 1, p. 7- 19, 1992.
  • HODSON, D. Becoming critical about practical work: changing views and changing practice through action research. International Journal Science Education, v. 20, n. 6, p. 683-694, 1998.
  • KUHN, T. A tensão essencial Lisboa: Edições 70, 1977.
  • LEONARD, W. J.; GERACE, W. J.; DUFRESNE, R. J. Resolución de problemas basada en el análisis. Hacer del análisis y del razonamiento el foco de la enseñanza de la Física. Enseñanza de las Ciencias, v. 20, n. 3, p. 387-400, 2002.
  • LOPES, J. B. Perspectivar novas modelizações da prática relevantes para o conhecimento profissional do futuro professor de Física. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/ recentes/mpfip/pdfs/bernardinolopes.pdf>. Acesso em: 02 jul. 2002.
  • McNIFF, J. Action research: principles and practice. Hong Kong: MacMillan Education Ltda, 1988.
  • PIETROCOLA, M. Contribuição: visibilidade social e contatos com a área de educação. In: VIANNA, D. M.; PEDUZZI, L. O. Q.; BORGES, O. N.; NARDI, R. (Orgs.). Atas do Encontro de Pesquisa em Ensino de Física, 8. São Paulo: SBF, 2002. (CD-Rom, arquivo: COCD1_1.pdf).
  • POUDRIER, C. AR: CPS the pedagogical model of action-research for the community problem solving European Environmental Education Newsletter. Disponível em: <http:// www3.sympatico.ca/claude/poudrier/arcps/htm>. Acesso em: 10 mar. 2000.
  • SOUZA, C. A. Investigação-ação escolar e resolução de problemas de Física: o potencial dos meios tecnológico-comunicativos. Florianópolis, 2004. Tese (Doutorado em Educação) Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Catarina.
  • ZYLBERSZTAJN, A. Resolução de problemas: uma perspectiva Kuhniana. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM ENSINO DE FÍSICA, 6., 1998, Florianópolis. Anais.. Florianópolis, 1998. 1 CD.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    26 Maio 2009
  • Data do Fascículo
    Dez 2006

Histórico

  • Aceito
    Nov 2006
  • Recebido
    Maio 2006
Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru. Av. Engenheiro Luiz Edmundo Carrijo Coube, 14-01, Campus Universitário - Vargem Limpa CEP 17033-360 Bauru - SP/ Brasil , Tel./Fax: (55 14) 3103 6177 - Bauru - SP - Brazil
E-mail: revista@fc.unesp.br