As pesquisas sobre aprendizagem em museus: uma análise sob a ótica dos estudos da subjetividade na perspectiva histórico-cultural

Research on learning in museums: an analysis from a historical-cultural approach to subjectivity

Pilar de Almeida Albertina Mitjáns Martínez Sobre os autores

O presente artigo tem por objetivo comentar a produção científica na área de aprendizagem em museus à luz dos estudos da subjetividade na perspectiva histórico-cultural, conforme proposta por González Rey. Nesta perspectiva teórica, processos de aprendizagem são compreendidos como expressões de produções subjetivas do aprendiz, considerando-o em sua condição singular de sujeito sócio-histórico, implicado por processos emocionais. Em primeiro lugar, apresentamos uma revisão da produção científica da área, identificando e comentando as concepções teóricas predominantes. Em segundo, discutimos pesquisas relacionadas ao tema de identidade de aprendizagem em museus e às inter-relações museu-escola. Concluímos que esta perspectiva teórica oferece contribuições para a aprendizagem em museus na medida em que consiste em uma nova aproximação à compreensão da participação do emocional na aprendizagem museal e considera as formas altamente singulares em que se constituem processos de aprendizagem e, por fim, permite um novo olhar sobre questões da inter-relação entre a aprendizagem escolar e museal.

Educação não formal; Museu; Aprendizagem; Subjetividade; Produção científica


Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru. Av. Engenheiro Luiz Edmundo Carrijo Coube, 14-01, Campus Universitário - Vargem Limpa CEP 17033-360 Bauru - SP/ Brasil , Tel./Fax: (55 14) 3103 6177 - Bauru - SP - Brazil
E-mail: revista@fc.unesp.br