Disjunções e ambivalências: Famílias migrantes nordestinas no ABC paulista

Disjunctions and ambivalences: Northeastern migrant families at São Paulo's ABC

Disyunciones y ambivalencias: Familias migrantes del noreste en el ABC de São Paulo

Jaime Santos Junior Mariana Zanata Thibes Marilda Aparecida de Menezes Sobre os autores

Resumo:

Este artigo mira em dois alvos. O primeiro, de caráter mais teórico, referese à tentativa de extrair consequências analíticas da junção de três variáveis: famílias, trabalho e migrações. Conquanto não se reivindique a sua prioridade frente a outras variáveis, a suposição é a de que os elementos de intersecção que emergem quando trabalhamos com essas três frentes constituem um “lugar” analítico fecundo para a análise de trajetórias de vida. Em um segundo momento, discutimos os processos de transmissão geracional no afã de compreender os modos como os projetos e as estratégias de vida são elaborados, vivenciados e transmitidos de uma geração a outra. Para tal, tomamos dois casos de trajetórias de famílias de migrantes nordestinos instalados na região do ABC Paulista observando o recorte geracional. A pesquisa ocorreu entre os anos de 2014 e 2016, com entrevistas biográficas com os membros das famílias que tinham como traço comum, além da trajetória de migração, a inserção de algum de seus membros nas indústrias da região. Os resultados sugerem a centralidade da “família” enquanto projeto coletivo para “melhorar de vida”.

Palavras-chave:
Famílias; Migrações; Trabalho; Geração; Trajetórias

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Av. Ipiranga, 6681 - Partenon, Cep: 90619-900, Tel: +55 51 3320 3681 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: civitas@pucrs.br