• Pertencimentos, individualização e subjetividades Apresentação

    Ribeiro, Fernanda Bittencourt; Ramos, Elsa
  • As novas tecnologias legais na produção da vida familiar: Antropologia, direito e subjetividades Dossiê: Pertencimentos, individualização e subjetividades

    Fonseca, Claudia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Nesse artigo, exploramos a possível parceria entre a antropologia do direito e a teoria da biopolítica. Formulamos nossa contribuição a partir de uma pesquisa sobre os usos da tecnologia de DNA em investigações de paternidade realizada em diferentes instâncias do sistema judiciário de Rio Grande do Sul. Aproveitamos observações etnográficas nesses espaços institucionais para entender como determinadas situações produzem (reforçando ou modificando) sentimentos associados à família. Depois de apresentar uma cena etnográfica inicial em que objetivamos dar cor e vida aos sujeitos que povoam os tribunais, seguimos o roteiro traçado por Rabinow e Rose (2006) para entender a cadeia de influências entre uma nova forma de conhecimento, rearranjos na hierarquia de poder, e novos “modos de subjetivação”. Em outras palavras, propomos mostrar que o sistema legal faz mais do que “solucionar conflitos”. Cria tensões, redefine relações e molda novas subjetividades.

    Abstract in English:

    Abstract: In this article, we explore the possible dialogue between legal anthropology and the theory of biopolitics. We formulate our contribution on the basis of research on the uses of DNA technology in paternity investigations carried out in different spaces of the Rio Grande do Sul judicial system. Ethnographic observations in these institutional settings help us to understand how certain situations produce (reinforcing or modifying) sentiments associated with family life. After presenting an initial ethnographic scene through which we mean to give color and life to the subjects who populate the courtrooms, we follow an agenda traced out by Rabinow and Rose (2006), in order to throw light on the chain of influences between new forms of knowledge, shifting hierarchies of power, and new “modes of subjectivation”
  • “Les origines”: La tension entre appartenance familiale et identité individuelle Dossiê: Pertencimentos, individualização e subjetividades

    Ramos, Elsa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: O individualismo que caracteriza a sociedade francesa contemporânea produz certas tensões e uma delas surge na construção dos pertencimentos familiares e da história pessoal. Esta tensão é objeto de reflexão neste artigo, a partir de uma pesquisa que na perspectiva de uma sociologia compreensiva aborda a questão da mobilidade residencial de habitantes do interior da França que se deslocaram para Paris e arredores. A noção de raízes e de “terra de origem” é o foco da discussão cujo objetivo é perceber como, no contexto da migração, os indivíduos conservam – ou não – vínculos com os locais nos quais viveram e o que eles revelam sobre suas definições de família e de si próprio. O individuo tende a buscar um equilíbrio entre apego e desapego, o que não significa que procura uma familia sem consistência ou que está em busca de uma ruptura dos laços familiares.

    Abstract in English:

    Abstract: The individualism which characterizes the contemporary French society produces some tensions as the one that takes place in the construction of the family memberships and the individual history. This tension is the subject of our study which bases itself on a research led in a perspective of comprehensive sociology concerning the residential mobility of the provincials who settle down in Paris and its suburbs. The notion of roots and “original home” is the point of discussion of our comment. To understand how, in the migration, individuals preserve or not links with family places and what these links reveal about their definition of the family as well as about their definition of themselves, this is our objective. Though the individual tends to look for a balance between “to bind to” and “to free himself from “, he is not in search of a family without consistency nor of breaking the links.
  • Loyalties, silence and conflicts: Being one of the “grown ups” in a family care institution Dossiê: Pertencimentos, individualização e subjetividades

    Ribeiro, Fernanda Bittencourt

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Neste artigo entende-se a criança como um ator social produtor de cultura e atuante nas relações sociais das quais participa. Considerando que a emergência desta noção na antropologia coincide, historicamente, com o processo de reconhecimento da criança como um sujeito pleno de direitos, a análise insere-se num projeto amplo que visa interrogar seus posicionamentos quando diferentes figuras de autoridade ­− juízes, educadores, técnicos etc. − atuam visando assegurar a proteção de seus direitos frente a suas famílias de origem. A partir de dados etnográficos coletados ao longo de dois anos numa instituição do sistema francês de proteção à infância, destinada a famílias ditas monoparentais em dificuldade, analisa-se práticas cotidianas de crianças de sete a dez anos num contexto relacional complexo em que seus pais estão sob suspeita quanto à capacidade ou possibilidade de educá-las.

    Abstract in English:

    Abstract: This article refers to the child as a social actor and producer of culture and acting in social relations in which it participates. Considering that the emergence of this concept in anthropology, coincides historically with the process of recognizing the child as a full individual of rights, the analysis is part of a broader project that aims to interrogate their various positions when different authority figures - judges, educators, technicians etc. – they act to ensure the protection of their rights against their families of origin. Based on ethnographic data collected over two years in an institution of the French system of infancy protection, for the so called monoparental families in difficulty, we analyze the daily practices of children aged from seven to eleven years old in a complex relational context in which their parents are under suspicion regarding the capability and the possibility to educating them.
  • Conselheiros Tutelares: Um estudo acerca de suas representações e de suas práticas Dossiê: Pertencimentos, individualização e subjetividades

    Gonçalves, Hebe Signorini; Brito, Thiago Sandes de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: O texto traz dados acerca das representações dos conselheiros tutelares do estado do Rio de Janeiro. Em 2006, 226 conselheiros responderam a questionários e 11 foram entrevistados; em 2010, 10 conselheiros foram entrevistados. Os resultados mostram e discutem discrepâncias entre as propostas do Estatuto da Criança e do Adolescente e as representações dos conselheiros que participaram dos trabalhos, sobretudo no que diz respeito ao lugar da família enquanto responsável pela garantia de direitos de crianças e adolescentes.

    Abstract in English:

    Abstract: This text provides data about social representations of Child Protection Counselors. In 2006, 226 counselors answered to a questionnaire and 11 were interviewed; in 2010, another 10 other were interviewed. The results show and discusses discrepancies between the proposals of the Statute of Children and Adolescents and the representations of the directors in charge, especially when regarding the family as responsible for the rights of children and adolescents.
  • Familles et relations entre les générations: Autonomisation et lien social Dossiê: Pertencimentos, individualização e subjetividades

    Reguer, Daniel

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: O discurso das políticas públicas e de muitos atores do campo do envelhecimento valoriza as atividades intergeracionais. Este objetivo parece menos tido em conta pelos idosos e muito pouco pelos mais jovens. Com base numa pesquisa qualitativa e em três pesquisas quantitativas, mostramos que intra ou intergeracional, familiar, amical ou de vizinhança, o que importa parece ser a relação, o medo da solidão. O termo “intergeracional” aparece como a construção de uma categoria administrativa usada como instrumento de comunicação.

    Abstract in English:

    Abstract: The discourses of the public policies and many actors involved in the field of ageing praises “inter-generation” actions. This goal appears to be less taken into account by old people and very little by the young people. Starting from one qualitative and three quantitative investigations, we showed that no matter if it is inter or intra “generational”, “familial”, friendly or neighborly, the most important thing seemed to be the relationship, the fear of loneliness. The word “intergenerational” then appears as the construction of an administrative category used as a communication tool.
  • Towards the end of bequest? The life cycle hypothesis sold to seniors: Critical reflections on the reverse mortgage financial fashion Dossier: Belonging, individualization and subjectivations

    Gotman, Anne

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: A hipoteca reversa, destinada a proprietários idosos conhecidos como “house rich, cash poor”, lhes dá a oportunidade de dispor do valor de suas casas sem ter que devolvê-lo durante a vida, a não ser que a moradia seja vendida ou desocupada pelo proprietário. Este tipo de empréstimo bancário visa reduzir despesas públicas com cuidados de longo prazo e manter o bem-estar das pessoas idosas e seus padrões de consumo. Inspirado pela hipótese do ciclo de vida, significa “comer a casa” para satisfazer suas necessidades, abandonando assim a idéia de transmissão. Este artigo discute a lenta decolagem do mercado das hipotecas reversas, a hipótese do ciclo de vida que fundamenta esses empréstimos e as políticas públicas que lhes regem, e também as conseqüências financeiras e materiais da compra para os proprietários idosos. Embora os relatórios de avaliação e estudos de caso destaquem as pressões que levam idosos ainda jovens a se engajarem numa “solução de último caso”, se quer saber se os titulares destas hipotecas realmente são, como os economistas gostariam, uma vanguarda em conformidade com as previsões da hipótese do ciclo de vida.

    Abstract in English:

    Abstract: Reverse mortgages are designed for senior homeowners said to be “house rich, cash poor.” They allow for the extraction of equity from homes without payments being made until death or the house is sold. They are designed to alleviate public long-term care expenses, as well as to maintain senior citizens’ well-being and consumption standards. Inspired by the life cycle hypothesis, they imply “eating the house” in order to meet one’s needs, as well as giving up the idea of bequest. This paper addresses the lengthy take-off of reverse mortgage markets, the life cycle theory sustaining reverse mortgage policies, and the financial and material consequences of their purchase for aged homeowners. Whereas evaluation reports and case studies bring to light constraints already driving indebted younger elders to come to what appears to be a ‘last resort solution’, one may ask whether reverse mortgage buyers do represent a kind of avant-garde conforming to the life cycle hypothesis requisites.
  • Encruzilhadas da participação popular na modernização das políticas públicas de segurança: Uma análise do CONSEP em Brumadinho (MG) Artigo

    Ribeiro, Ludmila Mendonça Lopes; Teodósio, Armindo dos Santos de Sousa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: A proposta deste trabalho é analisar os Conselhos Comunitários de Segurança Pública (CONSEPs) como esferas de aproximação entre polícia e comunidade e, por conseguinte, reorganização de estruturas tradicionalmente hierárquicas pela via da inserção da participação popular na gestão de políticas públicas. O tema da participação popular na gestão de políticas públicas emergiu como foco de análise das ciências sociais brasileira especialmente após a conformação de conselhos municipais, que procuram aproximar dos cidadãos dos gestores de políticas públicas. No caso específico da segurança pública, a motivação para o engajamento dos cidadãos nas políticas públicas adquire conotação mais incisiva frente ao crescimento dos níveis de criminalidade no país. O presente trabalho tomou como estudo de caso o Conselho Municipal de Segurança Pública de Brumadinho, município da Região Metropolitana de Belo Horizonte, uma vez que nesta realidade se encontram presentes elementos relevantes para a compreensão da complexa interação entre os atores sociais e agentes públicos nos canais de participação popular e seus rebatimentos na construção de políticas públicas, abrindo, desta forma, a possibilidade de se discutir, simultaneamente, os meandros da participação popular e o rearranjo das estruturas públicas tradicionalmente responsáveis pela gestão das políticas de segurança.

    Abstract in English:

    Abstract: This paper analyzes the as a sphere of dialogue between Police and community and, consequently, a new organization of traditionally hierarchical structures through the insertion of the citizen into the management of public policies. The matter of popular participation in public policies emerged as a focus of analysis in Brazilian social sciences, especially after the resignation of city councils, seeking to approximate public policy managers and citizens. In the specific case of public security, the motivation for the engagement of citizens in public policies acquires a more incisive connotation due to the growth of violent crime levels in the country. The present article offers a case study of the Council of Public Security in Brumadinho, a city in the Metropolitan Area of Belo Horizonte, Minas Gerais. This case presents relevant elements for the understading of the complex interaction between social and public actors as well as their implications for the construction of public policies. In this way, it is possible to simultaneously discuss the challenges of popular participation and the new arrangement of the public structures, traditionally responsible for managing public security policies.
  • Narrativas identitárias e construções subjetivas: Considerações teóricas e análise empírica de identificações entre jovens das classes populares Artigo

    Oliveira, Patrícia de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Nesse artigo, abordarei como processos identitários e suas conexões com o estudo das construções narrativas vêm sendo analisados na Sociologia das últimas décadas. Mais especificamente, o desenvolvimento identitário na juventude será discutido, especialmente no que se refere a questionamentos sobre a conclusão desse processo na idade adulta e sobre a sua relação com características de gênero. Além de uma breve reflexão teórica, serão também apresentadas considerações empíricas sobre juventude e identidade. Aqui serão enfocadas construções sobre ser mulher bem como representações de gênero e sexualidades.

    Abstract in English:

    Abstract: This article aims at clarifying the connections between identity processes and narrative constructions as analyzed in the recent sociological literature. More specifically, the identity development among youth will be discussed, especially concerning its closure or not with the advent of adulthood and its linkages with gender characteristics. After a brief theoretical reflection, empirical findings on youth and identity will be presented. The focus is on the constructions of being a woman as well as representations of gender and sexuality.
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Av. Ipiranga, 6681 - Partenon, Cep: 90619-900, Tel: +55 51 3320 3681 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: civitas@pucrs.br