Erros de dispensação de medicamentos em farmácia hospitalar

Tânia Azevedo Anacleto Edson Perini Mário Borges Rosa Cibele Comini César Sobre os autores

OBJETIVO: Determinar a taxa de erros de dispensação e identificar fatores associados, propondo ações de prevenção. MÉTODOS: Estudo transversal investigou-se a ocorrência de erros de dispensação em um hospital geral de Belo Horizonte que emprega um sistema misto de dose coletiva e individualizada. RESULTADOS: Foram analisadas 422 prescrições, registrando em 81,8% destas pelo menos um erro de dispensação. Oportunidades de erros foram maiores nas prescrições pré-digitadas (Odds Ratio=4,5; p<0,001), naquelas com nove ou mais medicamentos (Odds Ratio=4,0; p<0,001) e com os injetáveis (Odds Ratio=5,0; p<0,001). Uma das equipes de profissionais apresentou maior chance de erros (Odds Ratio=2,0; p=0,02). A análise multivariada ratifica estes resultados. CONCLUSÃO: Conclui-se que o sistema de dispensação da farmácia apresenta muitas falhas latentes e poucas defesas, com diversas condições que predispõe a ocorrência de erros, contribuindo para a elevada taxa registrada.

Erros de medicação; Erros de dispensação; Medicamentos; Farmácia hospitalar; Eventos adversos


Faculdade de Medicina / USP Rua Dr Ovídio Pires de Campos, 225 - 6 and., 05403-010 São Paulo SP - Brazil, Tel.: (55 11) 2661-6235 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: clinics@hc.fm.usp.br