Efeito das drogas anti-retrovirais sobre os valores dos linfócitos TCD4, RNA do HIV-1 e parâmetros antropométricos de neonatos de gestantes portadoras do HIV-1

Patrícia El Beitune Geraldo Duarte Alcyone Artioli Machado Silvana Maria Quintana Ernesto A. Figueiró-Filho Renata Abduch Sobre os autores

OBJETIVOS: Estudar o efeito das drogas anti-retrovirais sobre a quantificação dos linfócitos TCD4 e RNA do HIV-1 de gestantes portadoras do HIV-1 e parâmetros antropométricos de seus neonatos. MÉTODOS: Estudo prospectivo avaliando 57 gestantes e seus neonatos em três grupos: Grupo AZT, gestantes portadoras do HIV utilizando zidovudina (n=20); Grupo TT, mães utilizando zidovudina+lamivudina+nelfinavir (n=25), e Grupo Controle, mulheres saudáveis (n=12). A quantificação dos linfócitos TCD4 e RNA do HIV-1 de gestantes portadoras do HIV foi analisada em dois períodos durante a gestação. O prognóstico perinatal levou em consideração as taxas de pré-termos, restrição de crescimento intra-útero, mortalidade perinatal e transmissão vertical do HIV-1. Os dados foram analisados utilizando-se testes não paramétricos de qui-quadrado, Mann-Whitney, Friedman, Kruskal-Wallys e Wilcoxon para amostras pareadas, considerando-se significativos valores associados a p<0,05. RESULTADOS: Observou-se homogeneidade entre os dados demográficos e antropométricos de realce. A carga viral, inicialmente elevada (14.370 cópias/ml), reduziu-se significativamente no grupo com tratamento tríplice , chegando a 40 cópias/ml. Quanto à contagem de linfócitos CD4, observou-se recuperação significativa nas pacientes do grupo TT, no final da gestação, sendo esse valor significativamente diferente em comparação ao grupo AZT (p = 0,0052). Não se observou diferença entre os grupos quanto à duração da gestação, aos índices de Apgar, e à classificação antropométrica neonatal. Não houve nenhum caso de transmissão vertical do HIV-1. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos na presente casuística demonstram eficiência e sugerem segurança no uso de anti-retrovirais na gestação sobre parâmetros antropométricos dos neonatos.

Antiretroviral; HIV; Gestação; Neonato; Prognóstico


Faculdade de Medicina / USP Rua Dr Ovídio Pires de Campos, 225 - 6 and., 05403-010 São Paulo SP - Brazil, Tel.: (55 11) 2661-6235 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: clinics@hc.fm.usp.br