Quando exercícios de fortalecimento da língua refletem na região cervical

Ana Lucia de Oliveira Nascimento Fabiano Reis Fausto Bérzin Carlos Alberto Carranza López Ana Carolina de Oliveira Nascimento Mirian Nagae Hideko Espinosa Sobre os autores

RESUMO

Objetivo:

Comparar o impacto do exercício isocinético “sucção da língua contra o palato” na região cervical em participantes Classe I e Classe II/2.ª Divisão, considerando a média e a simetria do Root Means Square (RMS) dos músculos supra-hióideos e suboccipitais, e relatos sensoriais cervicais.

Método:

Onze participantes Classe I e 19 Classe II/2.ª Divisão, ambos os gêneros, média de idade 33,4 ±14,1 anos. Para análise da média do RMS e da simetria, realizou-se eletromiografia dos músculos suboccipitais e supra-hióideos, bilateralmente, no repouso e na sucção de água nas fases inicial, intermediária e final. A sensação cervical foi avaliada qualitativamente durante os exercícios.

Resultados:

A média do RMS não apresentou diferença entre Classes (p=0,7), mas revelou, na fase intermediária, elevação na musculatura suboccipital (p=0,0001) e diminuição na musculatura supra-hióidea. Na simetria, a musculatura supra-hióidea mostrou diferença significativa entre classes (p=0,0001) durante a fase intermediária. No participante Classe I, foi restabelecida a simetria na fase final, fato que não ocorreu na Classe II/2.ª Divisão. Em relação à sensação cervical, somente os Classe II/2.ª Divisão apresentaram queixas expressivas.

Conclusão:

O exercício isocinético de sucção da língua contra o palato repercutiu de forma expressiva com relatos de desconforto e dor cervical nos participantes Classe II/2.ª Divisão. Na média do RMS, não houve diferença entre as classes, mas, na fase intermediária, a musculatura suboccipital apresentou elevação de atividade significativa. A simetria na musculatura supra-hióidea teve diferença significativa entre as classes e assimetria na fase intermediária.

Descritores:
Má-oclusão; Língua; Cervical; Fonoaudiologia; Fisioterapia

Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Al. Jaú, 684, 7º andar, 01420-002 São Paulo - SP Brasil, Tel./Fax 55 11 - 3873-4211 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@codas.org.br