Percorrendo labirintos: trajetórias e desafios de estudantes de engenharias e licenciaturas

Traversing mazes: path and challenges of engineering and teaching degree students

Parcourir des labyrinthes: trajectoires et défis des étudiants en ingénierie et licences

Recorriendo laberintos: trayectorias y desafíos de estudiantes de ingenierías y licenciaturas

Lindamir Salete Casagrande Angela Maria Freire de Lima e Souza Sobre os autores

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar trajetórias de estudantes de engenharias e licenciaturas na Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR - e na Universidade Federal da Bahia - UFBA -, considerando possíveis fatores relacionados ao gênero que impactem nesses percursos. A pesquisa foi realizada em duas etapas, sendo a primeira quantitativa e a segunda, na qual foi baseado este artigo, qualitativa, em que foram entrevistadas/os estudantes de Engenharia Mecânica e Civil e Licenciatura em Letras e Matemática das duas universidades. Com o estudo percebeu-se que há diferença nas trajetórias e desafios enfrentados por homens e mulheres que ousam adentrar em universos acadêmicos socialmente percebidos como reduto do sexo oposto. Mulheres na engenharia e homens nas licenciaturas são os mais expostos a preconceitos e discriminações.

Palavras chave:
Engenharia; Licenciatura; Homens; Mulheres

Fundação Carlos Chagas Av. Prof. Francisco Morato, 1565, 05513-900 São Paulo SP Brasil, Tel.: +55 11 3723-3000 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: cadpesq@fcc.org.br