Às margens do desenvolvimento: o trabalho das mulheres e a luta por direitos no polo de fruticultura de Petrolina/PE-Juazeiro/BA*

In The Margins of Development: Women’s Work and Their Struggle for Rights in the Fruit Culture Polo of Petrolina/PE-Juazeiro/BA

Camilla de Almeida Silva Marilda Aparecida de Menezes Roberto Véras de Oliveira Sobre os autores

Resumo

O Submédio São Francisco, onde está situado o polo de fruticultura irrigada de Petrolina/PE e Juazeiro/BA, é reconhecido como uma das regiões de maior dinamismo econômico do Nordeste. A partir dos anos 1970, a região foi alvo de sucessivos investimentos públicos e privados, que resultaram em uma forte expansão do assalariamento formal, envolvendo uma significativa contratação de mulheres. Neste artigo, analisamos a inserção das mulheres como assalariadas da viticultura de exportação, sob um duplo aspecto: realçando as condições diferenciadas dessa inserção, frente aos homens; observando o alcance dos processos de conversão das condições de trabalho das mulheres em tema e objeto de barganha da agenda sindical.

Relações de gênero; Mulheres; Assalariamento rural; Sindicalismo rural; Negociações coletivas

Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Universidade Estadual de Campinas, PAGU Cidade Universitária "Zeferino Vaz", Rua Cora Coralina, 100, 13083-896, Campinas - São Paulo - Brasil, Tel.: (55 19) 3521 7873, (55 19) 3521 1704 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: cadpagu@unicamp.br