Discursos que (con)formam corpos grávidos: da medicina à educação física

Discourses that (con)form pregnant bodies: from medicine to physical education

Este artigo é parte de uma pesquisa inspirada nos estudos de gênero que se aproximam das teorizações de Michel Foucault (1988). Nele discutimos um processo educativo contemporâneo que denominamos de "politização do feminino e da maternidade", um processo que, por extensão, inclui a "politização do corpo grávido". Para fazer essa discussão, examinamos a revista Pais & Filhos, de 1968 a 2004, utilizando-nos das estratégias metodológicas da análise de discurso. Das análises que resultaram dessa investigação, focalizamos aqui um movimento que permite visualizar uma rede mais ampla de cuidados e de novos saberes que, ao definir o que chama de "bom" pré-natal, também produz diferentes posições de sujeito, dentre elas, a da boa mãe, aquela que cuida e se cuida.

Educação do corpo; Gênero; Maternidade; Mídia


Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Universidade Estadual de Campinas, PAGU Cidade Universitária "Zeferino Vaz", Rua Cora Coralina, 100, 13083-896, Campinas - São Paulo - Brasil, Tel.: (55 19) 3521 7873, (55 19) 3521 1704 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: cadpagu@unicamp.br