Accessibility / Report Error

“Se não for pra causar nem quero”: a visibilidade das transformações corporais e a produção de feminilidades por meio das cirurgias plásticas*

Resumo

Este artigo analisa discursos públicos produzidos por mulheres acerca de intervenções cirúrgicas estéticas destinadas a aprimorar seus corpos. O material utilizado foram as postagens em um grupo de discussão bastante numeroso e ativo no Facebook, além de algumas entrevistas complementares. A distinção entre resultados mais ou menos “naturais” ou “marcados” foi um elemento importante. Como eixos de discussão, enfatizou-se: o aprimoramento e as transformações corporais via recursos biomédicos; o uso de próteses de silicone e redefinições de natural versus “marcado” e o impacto das normas gênero.

Cirurgia Plástica; Gênero; Natural/Marcado; Aprimoramento

Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Universidade Estadual de Campinas, PAGU Cidade Universitária "Zeferino Vaz", Rua Cora Coralina, 100, 13083-896, Campinas - São Paulo - Brasil, Tel.: (55 19) 3521 7873, (55 19) 3521 1704 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: cadpagu@unicamp.br