Aspectos biológicos de Sternechus subsignatus em soja no sistema plantio direto

Biological aspects of Sternechus subsignatus in soybean under no-tillage system

Aspectos biológicos de Sternechus subsignatus Boheman (Coleoptera: Curculionidae) foram investigados em lavouras comerciais de soja (Glycine max L.) que adotam o plantio direto, no município de Cruz Alta (RS), durante o período de novembro de 1989 a dezembro de 1991. O inseto mostrou-se univoltino, com uma única geração por ano, desenvolvendo-se em épocas bem definidas: adultos nas plantas de dezembro a março, ovos e larvas nas plantas de dezembro a abril, larvas no solo de fevereiro a novembro e pupas e adultos no solo de setembro a dezembro. O estágio larval, no solo, foi o mais longo do ciclo biológico do inseto. A longevidade de adultos nas plantas foi de 112,5 e 62,9 dias para fêmeas e machos, respectivamente. O número de ovos por fêmea foi de 158,4 e a sua viabilidade foi de 89,9%.

Tamanduá-da-soja; ciclo evolutivo; sistema de cultivo


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br