Produto a base de algas calcárias e monensina na transição abrupta para dietas com elevada proporção de concentrado para bovinos Nelore

Roberta Ferreira Carvalho Madeline Rezende Mazon Ana Paula dos Santos Silva Leticia Silva Oliveira Claiton André Zotti Saulo da Luz e Silva Paulo Roberto Leme Sobre os autores

RESUMO:

Os aditivos são amplamente utilizados em dietas com elevada proporção de concentrado a fim de prevenir distúrbios metabólicos em bovinos. Este estudo foi desenvolvido para avaliar o efeito das diferentes fontes de cálcio, com ou sem monensina sódica na dieta, no controle da acidose ruminal de bovinos Nelore, recebendo, de forma abrupta, uma dieta com elevada proporção (92,3%) de concentrado. Oito bovinos portadores de cânulas ruminais foram distribuídos em um delineamento quadrado latino (4x4) duplo contemporâneo. Os tratamentos foram a adição de diferentes fontes de cálcio, calcário calcítico (LI) ou produto a base de alga calcária (CA), com (WIMO) ou sem (WOMO) a presença de monensina, à dieta base. A alga calcária, Lithothamnium calcareum, é um produto natural, renovável e fonte de carbonato de cálcio, podendo ser uma alternativa no controle desses distúrbios. A inclusão de LI, CA e monensina foi de 7,1g kg-1, 7,4g kg-1 e 30mg kg-1 MS, respectivamente. Não houve efeito das fontes de cálcio e da monensina sobre o consumo alimentar e concentração total dos ácidos graxos de cadeia curta. Os tratamentos com AC resultaram em maior pH ruminal médio (P=0,039), menor tempo com pH ruminal abaixo de 5,2 (P<0,001) e um maior pH sanguíneo (P=0,006). Os tratamentos com monensina apresentaram menor tempo com pH ruminal abaixo de 5,2 (P=0,023). O produto a base de alga calcária foi eficiente no controle das mudanças adversas das variáveis ruminais e sanguíneas em bovinos Nelore submetidos a mudanças abruptas para dietas com elevada proporção de concentrado.

Palavras-chave:
acidose; alto concentrado; confinamento; variáveis ruminais

Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br