Comportamento de cultivares de cafeeiros C. Arabica L. enxertados sobre cultivar 'Apoatã IAC 2258' (Coffea canephora)

Performance of C. Arabica L. Coffee cultivars grafted on 'Apoatã IAC 2258' cultivar (Coffea canephora)

Renato Fonseca de Paiva Antônio Nazareno Guimarães Mendes Gladyston Rodrigues Carvalho Juliana Costa de Rezende Andre Dominghetti Ferreira Alex Mendonça de Carvalho Sobre os autores

Objetivou-se no trabalho avaliar a influência da enxertia e do porta-enxerto 'Apoatã IAC 2258' no comportamento agronômico de sete cultivares de cafeeiro da espécie Coffea arabica cultivadas em solo isento de fitonematoides. O ensaio foi conduzido em delineamento experimental de blocos casualizados em esquema fatorial (7 x 3) com quatro repetições, sendo sete cultivares de Coffea arabica ('Obatã IAC 1669-20', 'Acauã', 'Oeiras MG 6851', 'Catucaí Amarelo 2SL', 'Topázio MG 1190', 'IBC Palma II' e 'Paraíso MG H 419-1') e três tipos de enxertia (muda enxertada, auto enxertada e pé franco). Foi avaliada a produtividade média de quatro anos, uniformidade de maturação, percentagem de frutos chochos e classificação do grão por tipo de peneira. As cultivares enxertadas estudadas apresentaram comportamento agronômico satisfatório em todas as características avaliadas e semelhante ao pé-franco. Em áreas isentas de fitonematoides, à exceção das cultivares 'IBC Palma II' e 'Paraíso MG H 419-1', as demais cultivares estudadas são adequadas opções de escolha para uso como copas. A técnica da enxertia com o uso do porta-enxerto 'Apoatã IAC 2258' em área isenta de fitonematoides não se justifica para incremento de produtividade.

café; tipos de enxertia; produtividade; cultivares


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br