Desempenho horticultural de plantas propagadas in vitro de Sacha inchi

Horticultural performance of in vitro propagated plants of Sacha inchi

Paulo Hercílio Viegas Rodrigues Stevan Ricardo Bordignon Glaucia Maria Bovi Ambrosano Sobre os autores

O objetivo do presente trabalho foi avaliar, em condições de campo, características horticulturais de mudas propagadas in vitro de Sacha inchi (Plukenetia volubilis L), quanto à época de florescimento e colheita, características morfológicas relacionadas à coloração e forma de folhas, caule e frutos, bem como a produtividade do material propagado in vitro. As mudas de cultura de tecidos foram propagadas por seis semanas em meio de cultivo com sais e vitaminas de MS, acrescido de 30g L-1 de sacarose e 1,0mg L-1 de BAP, a partir do ponteiro de plântula germinada in vitro. Foram selecionadas, ao acaso, quatro plantas propagadas in vitro, quatro plantas por via seminal e mais vinte e duas plantas, também por via seminal, compondo a bordadura, totalizando trinta plantas. As análises foram semanais até completar quatorze meses do plantio, que ocorreu antes da primeira poda. Os resultados obtidos indicam a não ocorrência de variabilidade genética nas plantas produzidas in vitro, bem como precocidade na produção e maior produtividade, quando comparado com o material convencional obtido via seminal.

ômega 3; Plukenetia volubilis L.; euforbiácea; variação somaclonal


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br