Accessibility / Report Error

Características seminais e fertilidade em garanhões

Seminal characteristics and fertility in stallions

O objetivo deste experimento foi verificar o efeito da qualidade seminal e sua relação com a fertilidade no garanhão. Os dados foram obtidos de sete haras, incluindo 1198 éguas, 2013 ciclos e 3817 serviços, durante três temporadas consecutivas. A porcentagem de prenhez (P), porcentagem de prenhez por ciclo (P/C) e de serviço (P/S), estimadas para cada garanhão, foram usadas como variáveis dependentes. Adicionalmente, verificou-se o efeito da idade (<15 ou >15 anos) e categoria reprodutiva da égua (lactação, falhada ou virgem), sobre os índices reprodutivos. Garanhões com total de espermatozóides viáveis no ejaculado superior a 1,8 x 10(9), motilidade não inferior a 50% e percentual de normais acima de 60% (n=20) apresentaram melhor P (86% vs. 74%, p<0,01), P/C (54% vs. 45%), p<0,01) e P/S (28% vs. 22%, p<0,01) em relação aos garanhões cujas características foram inferiores (n=16). O percentual de espermatozóides normais correlacionou-se à P (0,33), P/C (0,50) e P/S (0,36), respectivamente. Além de a qualidade seminal, a idade e a categoria reprodutiva das éguas afetaram a fertilidade do garanhão. Esses resultados levam à conclusão de que a qualidade seminal interfere na fertilidade do garanhão; entretanto, outros fatores associados ao manejo reprodutivo, como a idade e a categoria reprodutiva das éguas, são importantes na relação entre qualidade seminal e fertilidade.

garanhão; sêmen; fertilidade


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br