Radiografia quantitativa hepática de cães tranquilizados com acepromazina

Hepatic quantitative radiography in dogs with acepromazine

Bernardo Fernandes Lopes Marilda Onghero Taffarel Mariana Lorenção Feitosa Lorena Adão Vescovi Séllos Costa Eduardo Raposo Monteiro Fabiano Séllos Costa Sobre os autores

O maleato de acepromazina é um dos tranquilizantes mais utilizados em medicina veterinária, podendo causar esplenomegalia, mas não é conhecida a possibilidade de ocorrência de hepatomegalia. Objetivou-se, com o presente estudo, utilizar a radiografia quantitativa com auxilio digital para determinar o tamanho e volume do fígado de cães tranquilizados com acepromazina. Foram radiografados, na projeção lateral direita e ventrodorsal do fígado, nove cães hígidos, antes e após a administração intramuscular de maleato de acepromazina, na dose de 0,1mg kg-1 de peso. Foi possível caracterizar aumento das dimensões hepáticas (P<0,05) entre os diferentes momentos experimentais com forte correlação positiva entre as medidas corpóreas. A técnica radiográfica quantitativa empregada neste estudo caracterizou com precisão o aumento de tamanho e volume hepático nos cães tratados com acepromazina.

fenotiazínico; exame radiográfico; fígado; canino; hepatomegalia


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br