Alimentação de leitões na creche com rações contendo frutooligosacarídeos

Feeding piglets in the nursey with rations containing fructooligosacharides

O experimento foi conduzido com 210 leitões desmamados, afim de avaliar os efeitos da adição de frutooligosacarídeos (FOS) ou olaquindox nas rações sobre o desempenho dos 21 aos 63 dias de idade. Utilizou-se programa de alimentação por fases (pré-inicial, inicial-I e inicial-II, de zero aos 16, 17 aos 30 e dos 31 aos 42 dias, respectivamente). O delineamento foi de blocos ao acaso, seis tratamentos e sete repetições de cinco leitões cada: T1 - sem adição de FOS; T2 - com 0,1% de FOS; T3 - com 0,2% de FOS; T4 - com 0,3% de FOS; T5 - com 0,5% de FOS e T6 - sem FOS e 25ppm de olaquindox. A adição de FOS não afetou o consumo e o ganho diário de peso nas diferentes fases estudadas. Contudo, verificou-se melhor desempenho dos leitões que receberam olaquindox comparado à média dos demais tratamentos. Ao contrário do olaquindox, a adição de FOS foi ineficiente em promover melhora no desempenho.

oligosacarídeos; prebióticos; promotor de absorção; suínos


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br