Parâmetros genéticos da curva de produção de ovos de uma linha fêmea de frango de corte

Evaluation of posture rating curves of a female line of broilers

Objetivou-se com este trabalho estimar os parâmetros genéticos e fenotípicos dos parâmetros da curva de produção de ovos, pelo o modelo de polinômios segmentados ("x p"- idade das aves ao pico de postura, "P"- nível de produção no pico, "s" - taxa de decréscimo semanal na produção de ovos após o pico e "t" - tempo entre o início da postura e o pico de produção de ovos). Foram utilizados dados da produção de ovos semanal da 25ª até 64ª semanas de idade, provenientes de 2.398 matrizes de uma linhagem de frangos de corte. A estimação dos componentes de covariâncias, herdabilidade e correlações para esses parâmetros da curva de postura foram obtidas por máxima verossimilhança restrita. As tendências genéticas foram estimadas com as médias dos valores genéticos dos parâmetros da curva em função do ano de nascimento das matrizes. As médias das herdabilidades foram de baixa a média magnitudes, 0,25 (x p), 0,18 (P), 0,17 (s) e 0,10 (t). As correlações genéticas entre o parâmetro t e os demais parâmetros da curva foram positivas, variando de 0,21 até 1,00, sendo menor entre t e s e maior entre os parâmetros x p e t. Entre os parâmetros x p e P, a correlação também foi positiva, de magnitude média (0,39). As correlações foram negativas entre os parâmetros s e x p e s e P, apresentando-se menor entre s e x p (-0,17) e maior entre s e P (-0,91). As tendências genéticas encontradas para os parâmetros indicaram uma redução no tempo entre o início e pico de produção e idade ao pico de postura. O nível de produção apresentou uma queda no valor genético ao longo do período avaliado. Pode-se observar possível ganho genético para os parâmetros da curva de produção de ovos, contudo, deve-se atentar para as correlações genéticas positivas entre os parâmetro x p e P, o que pode levar a um aumento do nível de produção e a um aumento na idade ao pico de produção. O mesmo caso acontece com os parâmetros x p e s, indicando que as aves mais precoces ao pico poderão apresentar menor persistência.

curva de postura; polinômio segmentado; regressão não linear


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br