Biomassa microbiana do solo em sistemas orgânicos

A produção agrícola tem de combinar práticas para prover a sustentabilidade do solo. A agricultura orgânica está ganhando aceitação mundial e cresce à taxa anual de 20% na última década, contabilizando mais de 24 milhões de hectares. As práticas orgânicas evitam o uso de fertilizantes sintéticos e pesticidas, enfatiza a aplicação de matéria orgânica, como também a reciclagem de nutrientes e de processos biológicos para manejo de pragas, através das regras dos sistemas orgânicos no mundo. Em comparação com a agricultura convencional, os sistemas orgânicos têm potencial de melhorar a qualidade e a segurança dos alimentos. A produção das plantas no sistema orgânico depende da liberação de nutrientes pelo processo de mineralização microbiana no solo. A construção de uma grande e ativa biomassa microbiana é um importante reservatório de nutrientes disponíveis. Dessa forma, isso é uma prioridade no sistema orgânico. Em sistemas orgânicos, há efeitos positivos da quantidade e da qualidade das fontes de carbono orgânico sobre a biomassa microbiana do solo. Nesse sentido, as práticas do sistema orgânico são extremamente importantes para o aumento da fertilidade do solo e para a manutenção da sustentabilidade ambiental.

microrganismos do solo; atividade microbiana; C orgânico; qualidade do solo


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br