Imobilização interna da coluna vertebral lombar com placas de cloreto de polivinila, em cães - parte II: resultados anatomopatológicos

Internal immobilization of the lumbar canine spine using polyvinylchloride plates - part II: anatomopatological results

Eduardo Alberto Tudury Cleuza Maria de Faria Rezende Vera Alvarenga Nunes Leonardo Maciel Andrade Sobre os autores

Utilizando-se 20 cães, com o segmento lombar da coluna vertebral cirurgicamente desestabilizado na junção das vértebras L2-L3, foram estudadas a toxicidade e o aceite de placas ortopédicas de cloreto de polivinila (PVC) Tigre®, fixadas com parafusos nos corpos vertebrais e com fio ortopédico de aço inoxidável nos processos espinhosos. Apesar de que durante os 45 dias do estudo, verificaram-se resultados favoráveis quanto ao estado clínico-neurológico e resultados dos exames laboratoriais, e que os estudos microscópicos do fígado, rim e linfonodo poptileo não ofereceram indícios conclusivos de toxicidade, o material mostrou não ser inócuo já que desencadeia: (l) reação inflamatória granulomatosa e alterações vasculares no tecido fibroso circunvizinho à placa; (2) hematopoiese esplénica e (3) lesões vertebrais como osteonecrose, osteoporose, osteopenia, osteopetrose e mielofïbrose. Apesar das alterações serem subclínicas, estes dados sugerem que mais pesquisas devem ser realizadas à procura de PVCs menos lesivos, antes de se fazer a indicação deste material em traumatologia vertebral.

doenças da coluna vertebral; cirurgia no cão; tratamento defraturas; doenças do cão; Cloreto de polivinila; PVC


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br
Accessibility / Report Error