Accessibility / Report Error

Bioecologia de Dermatobia hominis (Linnaeus Jr., 1781) em Palotina, Paraná, Brasil

Bioecology of Dermatobia hominis (Linnaeus Jr., 1781) in Palotina, Paraná, Brazil

O presente trabalho foi desenvolvido na UFPR - Campus Palotina, no Paraná, e em três propriedades rurais do mesmo município, durante o período de novembro de 1997 a maio de 1999. O experimento foi delineado com os objetivos de avaliar: a) a flutuação de larvas de Dermatobia hominis (Linnaeus Jr., 1781) em bovinos da raça Holandesa Preto e Branco criados no município de Palotina, e a distribuição desses ectoparasitos na superfície corporal de bovinos; e b) a sazonalidade dos principais dípteros vetores de ovos de D. hominis. Para a captura dos insetos vetores, foram utilizados dois tipos de armadilhas: MAGOON e orientada pelo vento (wind oriented trap = WOT). Um total de 346 larvas foram expulsas por meio de compressão manual, sendo que a intensidade de larvas foi maior no lado esquerdo do animal, onde foi constatado um total de 240 nódulos (69,36%). Analisadas as freqüências de nódulos de berne nos animais, ficou demonstrado que houve diferença significativa (p>0,001) na tendência parasitária. Três regiões corpóreas foram mais parasitadas. A primeira é formada pelos membros torácicos, paletas e costelas; a segunda é formada pelo pescoço e flancos, e a terceira, formada pelas regiões dos membros pélvicos, barbela, ventre, cauda e tórax. Durante o período experimental foram capturados, nas armadilhas WOT e de MAGOON, 5.887 dípteros pertencentes a diferentes famílias. Verificou-se que as famílias Calliphoridae, Sarcophagidae e Muscidae foram as mais prevalentes.

Dermatobia hominis; larvas; bovinos; sazonalidade; vetores


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br