Propagação in vitro de Sacha inchi

In vitro propagation of Sacha inchi

Stevan Ricardo Bordignon Glaucia Maria Bovi Ambrosano Paulo Hercilio Viegas Rodrigues Sobre os autores

O objetivo do presente trabalho foi avaliar in vitro a relação auxina:citocinina a fim de obter propágulos nos segmentos distintos do epicótilo e hipocótilo de sementes germinadas in vitro de Sacha inchi (Plukenetia volubilis Linneo). Os segmentos apical (A), mediano (B) e o basal (C) foram introduzidos em meio de cultivo MS, semi sólido (2,0g L-1 Phytagel), suplementado com vitaminas de MS, sacarose (30,0g L-1) e submetidos a três doses da auxina ácido indolbutírico - IBA (0; 0,1; 0,5mg L-1), associadas a quatro doses da citocinina benzilaminopurina - BAP (0; 0,1; 0,5; 1,0mg L-1), totalizando 36 tratamentos. Após nove semanas de cultivo in vitro, o segmento apical (A) apresentou formação de brotações por organogênese direta nas concentrações de 0,5 e 1,0 de BAP, associado a 0,0 e 0,1 de IBA. O emprego do cultivo in vitro é viável na produção de mudas, utilizando como explante a região apical de sementes germinadas in vitro.

óleo vegetal; ômega 3; micropropagação; Euphorbiaceae; Plukenetia volubilis; Linneo


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br