Distribuição longitudinal de plantas de milho (Zea mays L.) na região dos Campos Gerais, Paraná

Longitudinal distribution of corn plants (Zea mays L.) in the region of Campos Gerais, Paraná

Adriana Schimandeiro Pedro Henrique Weirich Neto Leandro Maria Gimenez Marcelo José Colet Paulo William Garbuio Sobre os autores

A região dos Campos Gerais, no Paraná, é pioneira na utilização de novas tecnologias e apresenta desempenho superior em rendimento de grãos. O sistema Plantio Direto é uma realidade, em que acurácia e precisão no processo de semeadura são de grande importância. Sendo assim, estudou-se o processo de semeadura de milho sob o sistema Plantio Direto na região dos Campos Gerais, avaliando-se a pressão populacional de plantas em 48 propriedades agrícolas. A área experimental era formada por 4 ou 5 linhas de semeadura, onde foram avaliados 3m por linha, medindo-se espaçamentos entre plantas e entre linhas. Não foram observadas diferenças significativas entre as linhas de semeadura em 42 áreas, sendo que o coeficiente de variação médio ficou em torno de 33%. Não se encontrou nenhuma área com média menor do que 50.000 plantas ha-1, valor mínimo para os híbridos avaliados. Pôde-se concluir que o processo de semeadura da região é eficiente quanto ao número de plantas por área. Já a grande variabilidade encontrada na distribuição de plantas na linha de semeadura sugere a necessidade de ações de pesquisa e extensão junto aos produtores.

plantio direto; semeadura; população de plantas


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br
Accessibility / Report Error