Accessibility / Report Error

Identificação de tipos polínicos não registrados nos estudos aeropalinológicos do Brasil

Identification of pollen types not registered in aeropalinologic studies in Brazil

Os objetivos deste trabalho foram realizar um monitoramento aerobiológico, identificando e quantificando os tipos de grãos de pólen da atmosfera da cidade de Caxias do Sul, RS. Este estudo teve início em janeiro de 2001 e término em dezembro de 2002. As coletas foram realizadas através do captador volumétrico de sucção (HIRST, 1952) modelo Burkard®, instalado no telhado do Hospital Geral da Universidade de Caxias do Sul, a uma altura aproximada de 20 metros, não apresentando obstáculos que possam bloquear as massas de ar em nenhuma direção. Durante o período de estudo, foram identificados 40 tipos polínicos. Foram selecionados os tipos polínicos Carya, Melastomataceae, Mimosa scabrella, Myrsine e Sorocea bonplandii por não apresentarem referência nos estudos aeropalinológicos brasileiros consultados, sendo citados pela primeira vez no Calendário Polínico de Caxias do Sul (VERGAMINI, 2003). Temperatura, vento e precipitação foram responsáveis diretos pelas grandes mudanças quantitativas do pólen na atmosfera. Os tipos polínicos Carya e Melastomataceae ocorreram predominantemente na primavera. Mimosa scabrella apresentou maiores concentrações nos meses de inverno e foi considerado o segundo tipo polínico mais incidente. O tipo polínico Myrsine ocorreu principalmente nos meses de outono. O pólen de Sorocea bonplandii ocorreu em todos os meses, sendo mais incidente na primavera e no verão.

aeropalinologia; pólen; Caxias do Sul


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br