A sedação sobre os potenciais evocados auditivos em cães

The sedation on the auditory brainstem responses in dogs

O potencial evocado auditivo de tronco encefálico (Brainstem Auditory Evoked Potential - BAEP) avalia a atividade elétrica do sistema auditivo, desde a cóclea até o tronco encefálico, permitindo diagnóstico de surdez em cães. Como alguns animais não permitem a obtenção do BAEP sem contenção química, o objetivo deste trabalho foi analisar a influência da sedação com morfina e acepromazinano BAEP de 16 cães com audição normal. Os potenciais foram obtidos antes e durante a sedação com administração intramuscular de morfina (0,5mgkg-1) e acepromazina (0,05mgkg-1). O protocolo de sedação utilizado permitiu contenção efetiva e segurança dos animais. A sedação causou prolongamento nas latências das ondas II, III e intervalos I-III e I-V, mas não dificultou as suas identificações. O uso deste protocolo de sedação não interferiu com a interpretação do potencial evocado e pode ser útil em cães. Pelo que se pode observar na literatura compilada, este é o primeiro estudo avaliando a influência da sedação no BAEP em cães no Brasil.

teste eletrofisiológico; anestesia; morfina; acepromazina; audição; medicina veterinária


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br