Morfogênese de gramíneas nativas do Rio Grande do Sul (Brasil) submetidas a pastoreio rotativo durante primavera e verão

Rio Grande do Sul State's (Brazil) native grasses morphogenesis under rotational grazing during spring and summer

Aline Bosak dos Santos Fernando Luiz Ferreira de Quadros Anna Carolina Cerato Confortin Liane Seibert Bruna San Martim Rolim Ribeiro Paula de Oliveira Severo Pedro Trindade Casanova Greice Kelly Gomes Machado Sobre os autores

O trabalho objetivou determinar a influência de intervalos de pastoreio rotativo sobre a morfogênese de cinco gramíneas nativas da região central do Rio Grande do Sul (RS), agrupadas segundo uma tipologia funcional, nas estações de primavera e verão. Foram avaliadas taxa de aparecimento, elongação e senescência foliares (TAF/TEF/TSF), filocrono e duração de vida e de elongação foliares (DVF/DEF) em Axonopus affinis, Aristida laevis, Andropogon lateralis, Paspalum notatum e Paspalum plicatulum, sob dois intervalos de pastoreio rotativo, definidos por somas térmicas (°C), 375 e 750 graus-dia, na primavera 2010 e verão 2010/2011. Não houve diferença significativa entre intervalos de pastoreio, mas houve entre espécies e entre estações. Paspalum notatum se destacou por apresentar adaptações bem marcadas ao pastejo. Axonopus affinis e P. notatum foram as espécies com maiores TAF e menores DVF, já A. lateralis apresentou características morfogênicas que contradizem a literatura. Quanto às estações, primavera se caracterizou como a estação de crescimento, e verão, como o início do florescimento. Pastejo afeta a morfogênese de forrageiras, no entanto, os intervalos de pastoreio usados não têm efeito sobre o desenvolvimento das espécies e a influência estacional é marcante no desenvolvimento dessas gramíneas.

duração da expansão foliar; manejo; morfogênese; pastejo


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br