Residual da mistura formulada dos herbicidas imazethapyr e imazapic em solo de várzea sobre azevém (Lolium multiflorum Lam.) cultivado em sucessão ao arroz tolerante

Carryover of the formulated mixture of the herbicides imazethapyr and imazapic in lowland soils, affecting ryegrass (Lolium multiflorum Lam.)

Mara Grohs Fernando Machado dos Santos Enio Marchezan Paulo Fabrício Sachet Massoni Diego Rost Arosemena Luis Antônio de Avila Sobre os autores

Herbicidas do grupo das imidazolinonas, como imazethapyr e imazapic, podem persistir no solo e afetar culturas não-tolerantes cultivadas em sucessão. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito residual da mistura formulada de imazethapyr+imazapic sobre azevém semeado e conduzido sob condições de casa de vegetação. Para isso, inicialmente foi conduzido um experimento em campo, em que aplicou-se sobre a cultivar tolerante de arroz ("IRGA 422 CL") diferentes doses da mistura formulada de imazethapyr+imazapic, representadas por: 0L ha-1 (testemunha); 0,7L ha-1 em pré-emergência (PRE) seguido da aplicação de 0,7L ha-1 em pós-emergência (POS); 1,0L ha-1 em PRE; e 1,0L ha-1 em POS. Posteriormente, aos 194 dias após a aplicação das doses, foram coletadas amostras intactas de solo na camada de 0-10cm, as quais foram utilizadas na condução de um bioensaio com azevém. Foram avaliadas a porcentagem de plantas emergidas aos três e 22 DAE (dias após a emergência) e a matéria seca do azevém aos 40 DAE. Verificou-se que a aplicação dos herbicidas na cultura do arroz no verão não ocasiona danos ao azevém semeado 194 dias após a aplicação do produto.

bioensaio; atividade residual; imidazolinonas; arroz vermelho


Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais , 97105-900 Santa Maria RS Brazil , Tel.: +55 55 3220-8698 , Fax: +55 55 3220-8695 - Santa Maria - RS - Brazil
E-mail: cienciarural@mail.ufsm.br
Accessibility / Report Error