Metodologia para articular processos de formação-intervenção-avaliação na educação profissional em enfermagem

Serafim Barbosa Santos Filho Kleyde Ventura de Souza Sobre os autores

Resumo

O artigo apresenta uma metodologia de formação profissional em enfermagem obstétrica (EO) na perspectiva de avançar para além da apropriação de competências específicas e contribuir com a mudança de modelo de atenção ao parto e nascimento, conforme proposto pelo Sistema Único de Saúde. Estudo que parte das lacunas do modelo atual e de cursos recentes para incentivo à inserção da EO na ótica do trabalho em equipe. Nesse contexto apresenta um caminho metodológico de formação-intervenção-avaliação, com eixos diretivos de uma prática avaliativa indissociada da formação, alinhando conceitos que sustentam a proposta nos moldes de pesquisa-intervenção. Nesse caminho triangulam-se estratégias, técnicas e instrumentos, articulados a dimensões de análise do trabalho na atenção obstetriconeonatal. A metodologia foi desenvolvida tendo por campo cursos multicêntricos de EO coordenados pela UFMG entre 2016 e 2018, abrangendo: 20 cursos descentralizados nos estados, 1.150 profissionais (alunos e agentes envolvidos na condução), 400 serviços (campos de práticas). Conclui-se a apresentação metodológica com os principais rumos de efeitos das experiências, afirmando-se a produção e qualificação de redes de enfermeiros para a assistência e interferência no modelo de cuidado ao parto e nascimento.

Palavras-chave
Capacitação profissional; Educação em saúde; Enfermagem; Trabalho em saúde

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br