A complexidade da obesidade e o processo de viver após a cirurgia bariátrica: uma questão de saúde coletiva

The complexity of obesity and life after bariatric surgery: a public health issue

O conhecimento dos altos índices de pessoas obesas submetidas à cirurgia bariátrica como tratamento da obesidade, gerou a necessidade de realizar um estudo com o objetivo de conhecer as repercussões desse tratamento na saúde de um grupo de indivíduos a ele submetidos. Os dados foram coletados por entrevista em profundidade, com foco na identificação da história da situação de obesidade que gerou a decisão pela cirurgia e o processo de viver o cotidiano após esse tratamento. A análise mostrou que as constantes dificuldades e frustrações no combate da obesidade e a expectativa da cura definitiva geraram, naquele grupo, a decisão de se submeter à cirurgia. Entretanto, a vida após esse tratamento, ainda se caracterizava como um processo contínuo de enfrentamentos, com mais desafios para reaprender a viver o cotidiano e resgatar a saúde integral. Esse contexto implica, também, desafios para a equipe de saúde; envolve maior investimento na saúde coletiva, aperfeiçoamento nas estratégias de prevenção e controle de obesidade da população e também ações de cuidado integral àqueles indivíduos. Tal complexidade exige atuação interdisciplinar com olhar sincronizado com as questões afetivas e socioculturais dessa população.

Obesidade; Cirurgia bariátrica; Cuidados de saúde; Promoção da saúde; Saúde coletiva


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br