Hanseníase: aspectos da evolução do diagnóstico, tratamento e controle

Leprosy: evolution aspects of its diagnosis, treatment and control

O trabalho descreve historicamente aspectos da evolução do diagnóstico, tratamento e controle da hanseníase na Antiguidade (300 anos a.C. até o século 18). Aborda desde o seu aparecimento na Europa até a sua institucionalização, apresentando o cenário onde ela se apresentava, as condições de disseminação, as dificuldades e tentativas de tratamento e controle, o envolvimento e as interferências do cristianismo, a preocupação dos profissionais da área da saúde diante dos poucos resultados em relação aos tratamentos adotados, que compreendiam desde a aplicação de cataplasmas de lama, sangue e ervas, até a extirpação dos nódulos e sangrias, culminando com o isolamento dos doentes em leprosários. Além disso, evidencia a diminuição do número de casos como resposta ao isolamento, dando início ao fim da epidemia e desaparecendo em alguns países. Aborda também as ações de controle e tratamento da doença no Brasil e a (des)preocupação das autoridades e profissionais médicos até a inclusão de ações e normas de controle pelo poder público instituídas por Oswaldo Cruz.

Hanseníase; História; Medidas de controle


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br