Pesticidas residenciais e leucemia na infância: revisão sistemática e meta-análise

Michelle C. Turner Donald T. Wigle Daniel Krewski Sobre os autores

Trata-se de uma revisão sistemática e meta-análise de estudos epidemiológicos observacionais anteriores que examinaram a relação entre a exposição de pesticidas residenciais durante as janelas de exposição crítica do tempo (pré-concepção, gravidez e infância) e leucemia infantil. Foram realizadas pesquisas de dados em diversas bases de dados eletrônicas como Medline e outras. Dois revisores independentes realizaram o estudo de seleção, abstração de dados e avaliação da qualidade. Foram utilizados modelos de efeitos aleatórios para obtenção de razões chances (odds ratio) e intervalos de confiança de 95% (IC). Dos 17 estudos identificados, 15 foram incluídos na meta-análise. A exposição a pesticidas e inseticidas residenciais não especificados durante a infância foi positivamente associada com a leucemia infantil, mas não houve associação com herbicidas. Foram observadas associações positivas entre leucemia infantil e exposição a pesticidas residenciais. São necessários mais estudos para confirmar os resultados anteriores com base no autorrelato, para examinar possíveis relações exposição-resposta, e para a avaliação em detalhes de pesticidas específicos e subgrupos de pesticidas toxicologicamente relacionados.

Criança; Exposição ambiental; Leucemia; Meta-análise; Pesticidas


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br