Transtornos psiquiátricos menores e suas associações em familiares cuidadores de pessoas com transtorno mental

Carlos Alberto dos Santos Treichel Vanda Maria da Rosa Jardim Luciane Prado Kantorski Aline dos Santos Neutzling Michele Mandagará de Oliveira Valéria Cristina Christello Coimbra Sobre os autores

Resumo

Este estudo tem por objetivo analisar a ocorrência de transtornos psiquiátricos menores e suas associações em familiares de pessoas com transtornos mentais. Estudo transversal realizado com 1.164 familiares. Para o rastreamento utilizou-se o Self-Reporting Questionnaire Scale (SRQ20). Análises bivariadas foram realizadas com uso do teste Qui-quadrado. Tendências entre os estratos foram investigados em relação ao desfecho por meio do teste não paramétrico de tendência linear. Significância estatística foi definida como p < 0,05. Regressões logísticas binárias brutas e ajustadas foram realizadas utilizando como base um modelo hierárquico desenvolvido através de uma revisão sistemática da literatura. Observou-se prevalência de 46,9% de transtornos psiquiátricos menores. Maior prevalência desses transtornos esteve fortemente associada ao sexo feminino, idade avançada, laços familiares de primeiro grau, não possuir trabalho remunerado, nível de educação mais baixo, menor renda, problemas de saúde, baixa qualidade de vida e sentimento de sobrecarga. Muitos fatores estão associados à doença emocional e mental dos cuidadores familiares, exigindo que serviços de saúde estejam preparados para reconhecer e intervir nessas situações.

Palavras-chave
Transtornos psiquiátricos menores; SRQ20; Familiares; Cuidadores; Serviços comunitários de saúde mental

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br