Caminhos para a avaliação da formação em Odontologia: construção de modelo lógico e validação de critérios

Talitha Rodrigues Ribeiro Fernandes Pessoa Luiz Roberto Augusto Noro Sobre os autores

Resumo

A universalização do acesso à saúde e a falência do modelo pedagógico centrado na mera transmissão de conhecimento tem levado a mudanças na formação de profissionais de saúde. O objetivo deste estudo foi proporcionar uma nova alternativa para avaliação de cursos de Odontologia, com base nas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) da área. Para isto, foi formulado um modelo lógico sobre o percurso necessário para a formação em saúde bucal, o que permitiu a construção de uma matriz de critérios, validada por meio da técnica de consenso Delfos, modificado com a participação de 33 “experts”. A matriz apresentou como dimensões a abordagem pedagógica, o perfil do egresso, a integração ensino-serviço e a orientação do cuidado em saúde. O detalhamento destas dimensões em subdimensões e critérios mensuráveis permitiu aprofundar elementos estruturantes das DCN, pouco explorados em outros estudos, sobre avaliação de cursos de graduação em Odontologia. O instrumento final proposto neste estudo representa alternativa diferenciada de avaliação da formação, tanto de cirurgiões-dentistas como de outros profissionais, considerando que as DCN de todos os cursos da área da saúde preveem a formação com foco nas necessidades de saúde da população, integrada ao SUS e baseada na aprendizagem centrada no estudante.

Palavras-chave
Educação em odontologia; Avaliação educacional; Recursos humanos em saúde

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br