Avaliação das Boas Práticas em unidades de alimentação e nutrição de escolas públicas do município de Bayeux, PB, Brasil

Ana Carolina de Carvalho Lopes Helen Ramalho Farias Pinto Deborah Camila Ismael de Oliveira Costa Robson de Jesus Mascarenhas Jailane de Souza Aquino Sobre os autores

Resumo

A ocorrência de surtos de doenças transmitidas por alimentos vem aumentando em escolas, e devido ao grande número de crianças que consomem a alimentação escolar como única refeição diária, esse fator se torna mais grave. Neste sentido, objetivou-se avaliar os aspectos higiênico-sanitários de Unidades de Alimentação e Nutrição Escolares (Uane) de escolas municipais de Bayeux/PB, quanto à adoção das Boas Práticas na Alimentação Escolar. Os dados foram coletados por meio de Lista de verificação própria para Uane, durante as visitas realizadas a essas unidades de 29 escolas. As Unidades avaliadas se encontravam em risco sanitário regular a muito alto quanto à estrutura e instalações, higienização dos manipuladores, do ambiente e dos alimentos. Foi verificado que 10,3% dos manipuladores utilizavam uniformes limpos e adequados, o ambiente e os equipamentos apresentavam estado precário em 75,9% e 89,7% das Unidades, respectivamente, o controle de pragas e vetores urbanos não era eficaz e a higienização dos hortifrutigranjeiros era realizada de maneira incorreta em 51,7% das Uane das escolas avaliadas. Pode-se concluir que a produção de refeições nas Uanes das escolas avaliadas não atende aos requisitos previstos pelas Boas Práticas na Alimentação Escolar.

Palavras-chave
Alimentação; Escolares; Higiene; Manipulação de alimentos

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br