Exposição à violência entre adolescentes de uma comunidade de baixa renda no Nordeste do Brasil

Exposure to violence among adolescents in a low-income community in the northeast of Brazil

Deborah Pedrosa Moreira Luiza Jane Eyre de Souza Vieira Augediva Maria Jucá Pordeus Samira Valentim Gama Lira Geisy Lanne Muniz Luna Juliana Guimarães e Silva Maria de Fátima Antero Sousa Machado Sobre os autores

O estudo analisou a exposição dos adolescentes à violência, considerando o acesso à arma, o uso abusivo de álcool e/ou uso de drogas ilícitas e sua autoestima, e investigou a influência de fatores socioeconômicos, escolares e características familiares com a exposição a esse fenômeno. Estudo transversal, realizado em Fortaleza, Ceará, em 2009, com 458 adolescentes. Foram utilizados questionários e/ou entrevistas estruturadas para coleta dos dados e na análise aplicamos o teste de correlação de Pearson, com a confiabilidade de 95%. Ao correlacionar a exposição do adolescente à violência com as variáveis naturalidade (p = 0,020), tempo de estudo em anos (p = 0,009), absenteísmo escolar (p < 0,001), responsável financeiro pela família (p = 0,007), pais ou responsáveis etilistas (p < 0,001), relações familiares boas/muito boas (p = 0,009) e a não satisfação dos pais com amizades de seus filhos (p < 0,001), identificamos associação direta. Assim, é necessário que as políticas públicas enfoquem rede de apoio ao cuidado com o adolescente e que os centros urbanos organizem-se social e politicamente na busca pela compreensão dos efeitos da exposição à violência em adolescentes de comunidades de baixa renda.

Adolescência; Violência; Fatores de risco; Características familiares; Estudos Transversais; Condição Social


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br