Ciência & Saúde Coletiva: análise da produção científica e redes colaborativas de pesquisa

Norma Conner Attilio Provedel Ethel Leonor Noia Maciel Sobre os autores

Resumo

O objetivo deste estudo métrico e descritivo foi identificar os autores mais produtivos e suas redes colaborativas de pesquisa a partir de artigos publicados na Revista Ciência & Saúde Coletiva entre 2005 e 2014. Os autores que satisfazem o critério de corte de pelo menos 10 artigos no período foram considerados os mais produtivos. Os programas VOSviewer e Network Workbench foram aplicados para as representações visuais das redes colaborativas de pesquisa envolvendo os autores mais produtivos no período. Uma análise inicial recuperou 2511 artigos distintos com 8920 autores no total e uma média de 3,55 autores por artigo. A análise de autores revelou 6288 autores distintos, sendo 24 destes identificados como os mais produtivos. Esses 24 autores produziram 287 artigos com uma média de 4,31 autores por artigo, e representaram 8 parcerias colaborativas separadas, a maior delas com 14 autores, indicando um grau significativo de colaboração entre eles. Esta análise oferece uma representação visual das redes de conhecimento desenvolvidas na área de saúde coletiva e demonstra a importância das tecnologias aplicadas em pesquisa futura.

Desenvolvimento do conhecimento; Saúde coletiva; Parcerias; Tecnologias computacionais

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br